Informações sobre o peixe pacu

Escrito por valerie stevens | Traduzido por andre trapani possignolo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Informações sobre o peixe pacu
O pacu é um prato muito apreciado na América do Sul (George Doyle/Stockbyte/Getty Images)

Peixes pacu são naturais do Brasil, porém tem aparecido nas águas norte-americanas desde 1970. Estes peixes não estão migrando; os humanos os soltam em águas locais quando estes crescem demais para os aquários. Sua semelhança com as piranhas cria um tumulto quando pescadores puxam e os confundem com seus primos carnívoros. No entanto, o pacu é, em sua maioria herbívoro e um prato muito apreciado na América do Sul.

Outras pessoas estão lendo

Dieta e habitat

Pacu refere-se a várias espécies estreitamente relacionados a peixes de água doce nativos da Bacia do Paraná-Uruguai no sul do Brasil. Pacus comem principalmente plantas, castanhas e frutas, porém alimentam-se também de pequenos peixes e alevinos. Podem crescer mais de 60 centímetros e pesar até 22 kg. Podem viver por até 30 anos.

Diferenciais

Pacus são muitas vezes referenciados como "piranhas vegetarianas". Seu tamanho e dentes são as principais diferenças entre as duas espécies. Piranhas têm uma única linha de dentes afiados triangulares em suas mandíbulas inferior e superior, ideais para cortar carne. Pacus por outro lado, têm dentes que se assemelham a pequenos molares humanos em formato quadrado para esmagar plantas e sementes. Enquanto pacus ficam muito grandes, piranhas só atingirão um comprimento máximo de 13 a 18 centímetros.

Em aquários

Pacus são mais frequentemente vendidos como peixes exóticos; aquaristas consideram-no uma novidade por causa de sua semelhança com as piranhas. Quando jovens esses peixes medem de 5 a 7,5 centímetros de comprimento, podendo chegar até 80 centímetros. Aquaristas que não estão preparados para cuidar de peixes grandes muitas vezes libertam-nos na natureza, resultando em sua captura em águas norte-americanas. O principal requisito para manter um pacu é um aquário muito grande. Como são sociáveis, o aquário deve ser grande o suficiente para abrigar dois pacus. Não coloque peixes menores com eles pois o pacu pode comê-los.

Como alimento

Aquicultura, ou criação de peixes está prosperando com o aumento da demanda por frutos do mar e a diminuição dos recursos naturais do mundo. Os Estados Unidos têm introduzido a pesca de várias espécies exóticas, incluindo a tilápia. Peixes ornamentais também têm atraído atenção. O pacu é ideal à agricultura devido a seu tamanho e dieta, de acordo com Sharma V. S. Pullela of Virginia Tech's Department of Food Science and Technology. Os brasileiros já estão cultivando essa espécie com sucesso.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível