A lei da biogênese

Escrito por paul dohrman | Traduzido por pamela oliveira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
A lei da biogênese
Frasco usado no experimento de Pasteur

Louis Pasteur estabeleceu a lei da biogênese, que a vida se origina da vida. Isso não era pra ser um comentário sobre a origem da vida, mas sim uma reviravolta contra a crença na geração espontânea, que diz que formas de vida como camundongos, larvas e bactérias poderiam aparecer completamente formados. A confirmação dessa lei também contribuiu na sua teoria dos germes.

Outras pessoas estão lendo

Geração espontânea

A falta de microscópios teve muita influência na persistência da crença na geração espontânea por milênios. Não ser capaz de ver os ovos das moscas ou as bactérias fazia a aparição repentina de criaturas ou infecções parecer bem misteriosa. A furtividade dos camundongos podia contribuir para a crença de que eles eram gerados espontaneamente em estoques de trigo. Entretanto, processos macroscópicos não eram tão facilmente descritos como geração espontânea depois da metodologia científica ser aplicada. Pela época em que viveu Pasteur, a experimentação já tinha limitado a geração espontânea a processos microscópicos.

Abordagem experimental

O experimento de Louis Pasteur de 1859 que derrubou inequivocamente a teoria da geração espontânea foi feito da seguinte maneira. Ele ferveu um caldo de carne em um frasco de gargalo longo curvado para baixo na forma do pescoço de um ganso. A curva do gargalo evitava que qualquer partícula de contaminante alcançasse o caldo, enquanto permitia que o ar fluísse livremente. O frasco permaneceu sem o crescimento de microrganismos por um longo período. Quando o frasco foi inclinado para que o caldo tocasse a parte curva do gargalo, partículas contaminaram o caldo, que rapidamente ficou cheio de microrganismos.

A lei da biogênese
Frasco usado no experimento de Pasteur

Ar

Um experimento anterior, feito por Lazzaro Spallanzani em 1768, minou a teoria da geração espontânea, mas apenas retirando o ar do frasco de caldo para evitar uma explosão durante a fervura. Spallanzani queria ferver um recipiente fechado para evitar a contaminação entre a fervura e o fechamento. Críticos de seu experimento disseram que a exposição ao ar era necessária para formas de vida que respirassem fossem geradas espontaneamente. Pasteur conseguiu contornar essa crítica secular com uma vidraria de formato criativo.

Experimento alternativo

Deixando buracos cada vez maiores em um recipiente com comida, a aparição de larvas, camundongos, ou bactérias pode ser comparada com o tamanho de seus progenitores. Se o tamanho do buraco combina com o tamanho da espécie conhecida que gera a descendência, a geração espontânea não pode ser assumida. Francesco Redi usou uma abordagem similar apara provar que larvas não surgem espontaneamente em carne em decomposição.

Argumentação negativa

Argumentação persuasiva de que algo não acontece, nesse caso a geração espontânea, pode ser difícil. Uma pessoa não pode testar todas as condições possíveis, exceto em uma prova matemática. Portanto, o truque de Pasteur foi usado para provar que não haveria crescimento no caldo até que as partículas pudessem entrar no frasco. O crescimento ter sido tão rápido depois da exposição suporta a relação de causa e efeito. Relações de causalidade repetidas superam muito alegações sem explicação, mesmo sem o teste de todas as alternativas.

Corolário celular

Da afirmação que vida origina vida, vem o corolário que todas as células vem de células, como especificado por Rudolph Virchow.

Origem da vida

Alguns criacionistas discutem que a lei da biogênese contraria a teoria evolucionária, ou contraria toda teoria que toda a vida se originou de matéria inorgânica bilhões de anos atrás. Isso é um posicionamento ilusório, pois a lei da biogênese se refere a criação de vida no espaço de tempo da vida do progenitor, abordando especificamente a validade da geração espontânea. A teoria evolucionária também está contra a ideia de que a vida pode surgir completamente formada, propondo que, em lugar disso, a especiação acontece segundo mudanças muito lentas e graduais ao longo de muitas gerações.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível