Como lidar com alunos que recusam-se a cooperar

Escrito por kaye jones | Traduzido por erika f curto
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como lidar com alunos que recusam-se a cooperar
Alunos sem limites podem ser desafiantes de ensinar (Stockbyte/Stockbyte/Getty Images)

Lidar com alunos que recusam-se a fazer o trabalho - seja em sala de aulas, lições de casa ou em um projeto em grupo - pode ser um pesadelo para os professores. Alunos sem limites normalmente demonstram uma falta de interesse na educação, um desempenho mais fraco que seus colegas e pode interromper as aulas diariamente. Desenvolver uma estratégia para lidar com esses alunos, no entanto, pode aliviar o problema e criar um ambiente mais saudável e positivo em sala de aula.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Desenvolva relações positivas com os alunos. Cumprimente-os ao entrar na aula todos os dias, pergunte como estão e gaste tempo conhecendo cada aluno pessoalmente. Deixe que saibam que você está sempre disponível para ajudar e apoiar. Isso define uma base positiva para a aprendizagem e incentiva os alunos a se esforçarem na escola.

  2. 2

    Motive os alunos. Segundo Francesca Battaglia, uma pós graduanda em distúrbios comportamentais na City University of New York, os professores devem procurar criar uma atmosfera que favoreça e recompense o esforço sobre a conquista e a precisão. Aproveite todas as oportunidades para elogiá-los por sua participação, seja verbalmente ou com um esquema de recompensas.

  3. 3

    Modifique seu método de ensino. Às vezes, uma recusa a cooperar pode ser um indício que o aluno esteja entediado, sentindo-se sobrecarregado ou confuso. Quebre as aulas em atividades menores e mais facilmente gerenciáveis​​. Alterne entre diferentes tipos de atividades, como demonstrações e projetos em grupo, para manter o interesse do aluno.

  4. 4

    Dê uma escolha aos alunos. Quando for confrontado por um aluno rebelde, ofereça-lhe a opção de terminar sua lição em outro momento, como na hora do intervalo ou após a escola. Dê-lhe tempo para tomar uma decisão e forneça um comentário positivo quando ele cumprir seu objetivo.

  5. 5

    Procure por problemas mais profundas. Recusar-se a cooperar ou participar das aulas pode ser um sintoma de problemas emocionais, como a baixa autoestima, raiva ou depressão, ou um distúrbio de comportamento ou de aprendizagem. Converse com os pais para obter uma melhor compreensão do aluno fora da classe. Se houver evidências de um problema mais profundo, marque uma reunião com a diretoria da escola.

Dicas & Advertências

  • Deixe claro que sempre haverá uma consequência, como uma detenção ou uma ligação para os pais, caso ele recuse-se a cooperar.
  • Jamais berre, grite ou argumente com um aluno. Isso apenas agravará a situação.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível