Lista de doenças causadas pela deficiência de proteína

Escrito por marcinho lc Google
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Lista de doenças causadas pela deficiência de proteína
Proteínas (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

As proteínas são muito importantes para a constituição do corpo humano. Formadas por partículas menores, os aminoácidos, estão presentes nos músculos e no sangue. Também é essencial para a reparação dos tecidos, como na cura de cortes ou feridas, para manter a pele saudável, para promover o forte crescimento dos cabelos e unhas e ajudar na defesa do organismo.

Outras pessoas estão lendo

Marasmo

A desnutrição seca é uma doença crônica dada pelo déficit de energia e é caracterizada pela perda muscular e ausência de gordura subcutânea. Essa enfermidade é muito comum em crianças menores de 18 meses que substituem o leite materno por dieta. Sem energia suficiente, o doente irá apresentar apatia, cabelo ralo e escasso, pele ressecada e alto grau de magreza. É a forma mais comum de desnutrição e é possível a recuperação total do paciente, mas, se não tratada, pode levar ao óbito.

Kwashiorkor

De origem africana, significa “mal do primeiro filho, quando nasce o segundo”. Ao nascer um novo bebê, o primogênito deixa de ser amamentado e sofre essa consequência. Por isso, é muito comum que sejam afetadas as crianças entre um e três anos. Uma das principais causas é a deficiência proteica aliada com as deficiências energéticas e de micronutrientes. Caracterizada pela presença de edema, irritabilidade, anorexia e aumento de tamanho do fígado por acúmulo de gordura.

Deficiência de Proteína Trifuncional

Doença rara que impede a formação de energia quando o indivíduo não se alimenta ou está em jejum. Os pais portadores desta enfermidade têm 25% de chance de transmitir para seus filhos. A crise, na infância, aparece com sonolência, hipoglicemia, perda de apetite, mudança de comportamento, febre, diarreia, retardo mental, déficit de aprendizagem e outros. O diagnóstico é feito através de exames de sangue, urina e pele de biópsia. Não existe cura e o tratamento deve ser feito durante toda a vida.

Outros sintomas

Para saber se sua alimentação apresenta déficit de proteínas, você pode ficar atento a alguns sintomas: fragilidade e perda de cabelo, linhas nas unhas (mãos e pés), pigmentação reduzida no couro cabeludo, perda de peso significativa, pele escamosa, dores musculares, má cicatrização de feridas e edema (acúmulo anormal de líquido).

Conclusão

A necessidade diária de proteína para um adulto é de 0,8 g a 1 g por quilo de peso corporal. Para evitar essa deficiência, se esta é causada por uma má alimentação, um adulto deve fazer três refeições ao dia, que devem estar compostas basicamente de frango, carne magra, leite, soja ou peixe. As gorduras também devem fazer parte da dieta, mas de forma moderada e dando preferências às de origem vegetal e insaturadas, como azeite de oliva. Se você sentir qualquer desses sintomas, consulte seu médico.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível