Sintomas da retirada de tartarato de zolpidem

Escrito por catherine irving | Traduzido por juliana néris nakanejo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Sintomas da retirada de tartarato de zolpidem
A retirada do zolpidem deve ser gradual, para evitar sintomas severos (BananaStock/BananaStock/Getty Images)

O zolpidem é uma droga prescrita que pode ajudar pessoas que sofrem de insônia. No entanto, uma extensa lista de efeitos colaterais ao tomar a droga são comuns. A retirada dela também pode levar a sintomas de médios a intensos, variando entre debilidade a desorientação. Com supervisão médica e um plano de ação, você pode ir retirando a droga gradualmente e evitar alguns desses sintomas adversos.

Outras pessoas estão lendo

História

O tartarato de zolpidem é uma droga hipnótica prescrita como uma pílula para ajudar a dormir para aquelas pessoas que sofrem de insônia e algumas doenças cerebrais. O Noctiden e o Stilnox são algumas variações comuns da droga.

Função

Os médicos normalmente prescrevem zolpidem por um curto período de tempo, usualmente por até duas semanas, para ajudar os pacientes a dormir. Alguns usuários tornam-se dependentes da droga, especialmente após o uso prolongado.

Tipos

Pessoas que tomam zolpidem por tempo prolongado, usam-no de forma abusiva, são sensíveis aos medicamentos ou suscetíveis ao vício podem tornar-se dependentes da droga. A retirada do zolpidem pode criar uma série sintomas. Algumas reações podem incluir dor abdominal, cólicas, garganta seca, tontura, ranger dos dentes, formigamento do couro cabeludo, dor de cabeça, dores nas articulações, agressividade, visão borrada e erupção cutânea. Mudanças repentinas ou drásticas na sua condição física e mental podem indicar um sintoma pela retirada do zolpidem.

Efeitos

De acordo com o "Tranquilliser Recovery and Awareness Place", existem também sintomas mentais e emocionais da retirada associada com zolpidem. Alguns usuários reportam um medo agudo de ficar sozinho, ansiedade, depressão, hostilidade, mudança rápida de humor, comportamento não usual, confusão, falta de coordenação, desorientação, pensamentos suicidas permanentes, letargia, pensamentos mórbidos e inquietação.

Avisos

Alguns usuários reportam sintomas de retirada severos, incluindo coágulos sanguíneos, aumento ou diminuição da taxa de açúcar sanguíneo, pesadelos, disfunção sexual, violência, menstruação irregular, contrações involuntárias dos músculos, dor na mandíbula, humor estranho e errático, comportamento obsessivo compulsivo, agorafobia, medo de água e intensa paranoia. É importante não parar de tomar o medicamento de repente, para evitar reações. Deixar de tomar o zolpidem repentinamente pode intensificar os sintomas e levar a pessoa a sentir-se pior que estava quando começou a tomá-lo.

Prevenção/Solução

Aqueles que desejam parar de tomar o zolpidem sem ter reações adversas extremas podem consultar um médico e seguir o curso da ação recomendada. Seu médico pode mapear seu progresso e fazer recomendações de dosagens e como estabilizar seu organismo a cada semana.

Considerações

Os usuários de zolpidem podem esperar semanas ou meses para a retirada gradual do medicamento, reduzindo a dosagem. Um médico deve ser avisado de qualquer reação, sintomas da retirada e mudanças de apetite ou comportamento. Mantenha anotações dos seus sintomas, o dia que ocorreram e quanto tempo duraram.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível