Lombrigas e tênias em gatos

Escrito por angela campbell | Traduzido por samuel silva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Lombrigas e tênias em gatos
Os gatos que ficam ao ar livre são mais propensos a apresentar infestações de parasitas, tais como lombrigas e tênias (Cat image by Mesarthim from Fotolia.com)

Os parasitas são muito comuns em gatos, com taxas de prevalência de até 45%, de acordo com pesquisa realizada pela Cornell University's College of Veterinary Medicine. As lombrigas e as tênias são os parasitas gastrointestinais mais comuns encontrados em gatos, e quase todos são infectados por eles em algum momento de suas vidas. A maioria dos felinos não mostram sinais desses parasitas, mas existe um tratamento disponível para ambos uma vez descobertos.

Outras pessoas estão lendo

Lombrigas e tênias

As lombrigas são parasitas de cor creme que crescem de 7 cm a 12 cm de comprimento e vivem no intestino de um gato. As lombrigas do sexo feminino produzem ovos que são transmitidos ​​nas fezes, o que torna a propagação muito mais fácil e o controle muito mais dificultado. As lombrigas facilmente são transmitidas aos seres humanos e podem ser mais nocivas para uma pessoa do que para um gato. As tênias têm corpos longos e lisos que se assemelham a uma faixa ou fita. O corpo de uma tênia consiste em uma pequena cabeça ligada aos segmentos cheios de ovos. As tênias totalmente desenvolvidas vivem no intestino delgado. Como os segmentos ficam mais distantes da cabeça madura, se desfazem e passam pelas fezes. Contrair tênias através do contato com gatos é mais difícil, porém ainda é possível. Ambas as lombrigas e as tênias se alimentam dos nutrientes do trato gastrointestinal em um gato e são contraídas quando o felino come um roedor infectado ou outras presas, ou pela ingestão de pulgas infectadas.

Sinais da infecção

Às vezes, um gato não apresenta os sintomas da infecção por lombrigas ou tênias, mesmo que esteja contaminado. Os gatos infectados com a lombriga podem apresentar uma pelagem eriçada, perda de peso repentina e vômitos. Às vezes, as lombrigas aparecerão no vômito ou nas fezes como vermes óbvios, de acordo com PetMD. Os felinos infectados com a tênia podem ter pequenos resíduos semelhantes ao arroz branco, ou ovos, em suas fezes, de acordo com o PetEducation.com. Às vezes esses resíduos brancos podem ser vistos pendurados ao redor do ânus do gato.

Consequências na saúde

As lombrigas e tênias crescem ao alimentar-se dos nutrientes dos intestinos de seus hospedeiros. Esses nutrientes seriam absorvidos pelo gato e, para compensar a sua deficiência de nutrientes, um gato infectado pode começar a comer mais do que o habitual, de acordo com PetEducation.com. Como resultado, o felino pode experimentar uma variedade de sintomas, incluindo uma pelagem eriçada, diarreia, vômitos e perda de peso. No entanto, a maioria dos gatos pode experimentar problemas mínimos de saúde, se os vermes forem tratados corretamente por um veterinário.

Problemas potenciais

As infecções por lombrigas são mais perigosas em filhotes, que podem morrer se não tratados adequadamente. As lombrigas também se tornam fatais caso presentes em grandes quantidades, causando uma obstrução intestinal em seu hospedeiro. No entanto, a Cornell University relata que as infecções por lombrigas são bastante benignas em comparação com outros parasitas. Por outro lado, se um gato é infectado com tênias, ele pode perder peso devido a uma deficiência de nutrientes. Quando isso ocorre, o gato pode também desenvolver condições muito mais graves, tais como doenças cardíacas. A perda de peso também é um sintoma de condições como a doença inflamatória intestinal, insuficiência renal crônica e câncer, de acordo com o site VetInfo. Em casos extremos, os gatos podem experimentar a perda de sangue, onde esses vermes se anexam aos seus intestinos.

Tratamento

Os proprietários são encorajados a manter os espaços dos seus gatos limpos e evitar que seus animais de estimação comam roedores ou atraiam pulgas. As dicas incluem a limpeza da caixa de areia do seu gato diariamente e sua lavagem com um desinfectante, como a água sanitária diluída em uma base regular, evitar que um gato coma carne crua, e controlar os hospedeiros intermediários administrando o controle de pulgas. O departamento veterinário da Cornell University recomenda que os filhotes submetam-se ao tratamento contra lombrigas a cada duas semanas, entre 3 e 9 semanas de idade e, em seguida, recebam um tratamento preventivo mensal. Muitos medicamentos de dirofilariose objetivam o controle das lombrigas. O tratamento para tênias pode exigir uma ou mais doses de um medicamento prescrito por um médico veterinário, de acordo com o Companion Animal Parasite Council.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível