Maneiras humanas para sacrificar um peixe beta doente

Escrito por nicole campbell | Traduzido por lara scheffer
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Maneiras humanas para sacrificar um peixe beta doente
Às vezes, os peixes ficam doentes demais para que possam ser tratados (Jochen Sands/Photodisc/Getty Images)

Como dono de um peixe, muitas vezes chega a hora em que você é forçado a tomar a atitude de sacrificar seu animal de estimação, para o bem dele. Alguns ficam doentes demais para serem tratados, e isso inclui os peixes. Diferente do que muitas pessoas pensam, é possível sacrificar um peixe beta doente.

Decida seu método

Existem três métodos principais para sacrificar um peixe doente. Alguns deles são mais questionáveis do que outros, mas é importante escolher aquele mais aceitável em sua opinião como dono de um animal de estimação. As três maneiras mais populares de sacrificar um peixe beta doente são a decapitação, o congelamento ou a anestesia.

Congelamento

Para congelar seu peixe beta, retire-o do aquário e coloque-o em uma xícara de água, depois coloque-a no congelador. Esse pode ser o método mais humano de todos, pois fará com que seu peixe caia num sono profundo e, eventualmente, morra. Depois que a água tiver congelada, jogue tudo no lixo.

Óleo de cravo

Usar o óleo de cravo como anestesia é um dos métodos mais comuns de se sacrificar um peixe beta e é fácil para a maioria das pessoas. Retire seu peixe do aquário e coloque-o em uma xícara de água. Coloque algumas gotas do óleo na xícara e ele sufocará. O óleo de cravo é um agente entorpecente, então o peixe não sente dor alguma enquanto morre.

Decapitação

Para decapitar o peixe beta, retire-o da água e faça um corte limpo na cabeça com uma faca afiada. Isso pode fazer alguma bagunça e geralmente não é recomendado. Contudo, se escolher esse método, talvez seja útil anestesiar o peixe com óleo de cravo antes de decapitá-lo.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível