Mitos sobre o Sol e a Lua

Escrito por kristyn hammond Google | Traduzido por henry alfred bugalho
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Mitos sobre o Sol e a Lua
O Sol e a Lua têm um importante lugar na mitologia antiga (moon and sun image by laviniaparscuta from Fotolia.com)

Considerados como deuses e reverenciados por seus poderes mágicos por séculos, o Sol e a Lua são assuntos de interesse mitológico. Antigas culturas, como a dos gregos antigos e dos egípcios, idolatravam tanto o Sol, quanto a Lua como deuses inconstantes, geralmente cruéis. Como poderosas forças da natureza, o Sol e a Lua têm sido estudados atualmente por pessoas interessadas em compreender as perspectivas culturais antigas.

Outras pessoas estão lendo

O Sol como Deus

Para povos antigos, o Sol geralmente simbolizava poder, destruição e vida. Devido à conexão do Sol a características masculinas, o Sol geralmente assume a forma de um deus, ao invés de uma deusa, nas mitologias antigas. O Sol era idolatrado por culturas como a dos egípcios antigos, que adoravam-no como um deus chamado Rá, o criador do mundo; pelos gregos antigos, que idolatravam tanto Hélios, quanto Apolo como deuses solares; e pelos antigos sumérios, que idolatravam o Sol como Shamash, deus da justiça.

A Lua como deusa

Como o Sol representava todas as coisas masculinas, a Lua também assumia a forma de todas as coisas femininas. Representando os ciclos e a fertilidade, as deusas lunares ocupavam um espectro de bondade e de amor, até de obscuridade e do sinistro. As divindades lunares mitológicas incluem o egípcio Tot, da China antiga Shing-Moo, as deusas gregas Hécate e Selene, e Lilite tanto da mitologia cristã, quanto da suméria antiga.

Yi e os dez sóis

O Sol tem um lugar de destaque tanto na mitologia tradicional oriental, quanto no mundo ocidental. A história de Hou Yi e dos dez sóis é um mito da China antiga sobre um arqueiro enviado pelos deuses para destruir nove de dez sóis no céu. O mito conta que os dez sóis nasceram juntos numa manhã, ao invés de se revezarem, e tiveram de ser alvejados até que apenas um sol sobrou, pois o calor dos dez sóis estava destruindo as plantações e evaporando os rios.

Criaturas da noite

Considera-se que a Lua tenha influência sobre as criaturas da noite, particularmente sobre os licantropos, também conhecidos como lobisomens. Presságio de coisas escondidas e de desejos negros, conta-se que a Lua controla a loucura dos lobisomens. As histórias mais antigas de lobisomens remontam ao deus grego antigo Licaon, que teria sido transformado em lobo por Zeus. A mitologia do lobisomen ao redor do mundo está fortemente relacionada aos ciclos da Lua, a maioria particularmente à Lua cheia, que dizem ter influência sobre a loucura das criaturas.

A Lua e a insanidade

Além da conexão da Lua com os lobisomens, a Lua também tem fortes conexões com a insanidade. Luna, a palavra latina para a Lua, é a raiz da palavra lunático. Acredita-se que a Lua contribui para a insanidade e o suicídio, apesar de haver pouca base para este mito fora do folclore.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível