Onívoros que vivem na Tundra

Escrito por dan fielder | Traduzido por andre trapani possignolo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Onívoros que vivem na Tundra
No inverno, a raposa do ártico muitas vezes segue os ursos polares para comer a sobra de suas vítimas (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

A tundra é um lugar intimidante para criaturas selvagens. É o mais frio dos habitats de toda a terra. Tem estações de curta duração, pouca precipitação e solos pobres em nutrientes. A matéria orgânica morta é uma importante fonte de nutrientes. Onívoros são animais que podem comer outros animais ou plantas. Normalmente, os onívoros não podem digerir todos os nutrientes das plantas, exceto frutas. Onívoros da tundra devem ser criativos para encontrar alimento, já que o clima rigoroso reduz a variedade e o número de fontes disponíveis.

Outras pessoas estão lendo

Urso pardo

Um poderoso animal, o urso cinzento tem pouco a temer os outros predadores em seu território. Eles podem ser encontrados no Alasca e noroeste da tundra canadense, e são uma subespécie do urso pardo. O urso cinzento da tundra é tipicamente amarelo creme na parte traseira com peito e membros marrons. Podem pesar até 320 kg. Muitos ursos na tundra comem principalmente plantas, além de roedores e insetos. Ursos cinzentos não costumam caçar presas maiores, frequentemente comendo restos de presas abandonadas por outros predadores.

Urso negro

O urso negro é o urso mais comum na América do Norte, mas é relativamente raro em regiões de tundra. Por ter um tamanho significativamente desvantajoso em relação aos outros ursos, não compartilham o mesmo habitat que estes. Ursos negros limitam-se ao norte de Labrador e parte nordeste do Canadá, onde não há ursos. Essa espécie come principalmente partes de plantas, tais como frutos, galhos, brotos e raízes e complementam a dieta com insetos, mel, pequenos mamíferos e peixes.

Urso polar

Os ursos polares passam mais tempo no gelo ártico do que na tundra. As ursas têm seus filhotes em cavernas próximas ao oceano nas nevascas e no verão podem migrar para a tundra. Seu alimento principal são focas, podendo ocasionalmente comer outros mamíferos, ovos e restos de carniça nas praias. Quando se aventuram na tundra durante o verão, comem frutas e outras plantas.

Raposa do ártico

No verão, a raposa do ártico é cinza ou marrom azulada. Sua pelagem muda para a cor branca ou creme no inverno. A principal fonte de alimento da raposa do ártico é a toupeira, sendo as ratazanas da tundra um outro ponto forte de sua dieta. Outros alimentos incluem aves, ovos, insetos e carniça. A raposa do ártico é considerada um onívoro, uma vez que se alimentará de frutas da tundra caso estas estejam disponíveis.

Lagópode branco

Lagópodes brancos são aves encontradas em áreas elevadas e rochosas da tundra. Medem de 30 a 40 cm de comprimento. No inverno, os machos e as fêmeas trocam sua plumagem marrom por uma branca. A alimentação de um lagópode adulto incluem folhas, flores, frutos, galhos e brotos. Os filhotes também se alimentam de insetos.

Esquilo do ártico

Este esquilo tem pernas curtas e garras fortes que são adaptadas para a escavação. Sua parte traseira é de cor terra acinzentado, incluindo coloração branca para melhor camuflagem. Ele come uma variedade de plantas de baixo crescimento. É um comedor oportunista que também comerá animais recentemente mortos.

Ratazana da tundra

Esta ratazana é um animal semelhante a um roedor com uma coloração amarela em sua pele marrom. Tem orelhas e cauda curta. Caminha através da vegetação da tundra no tempo quente e através de túneis na neve no inverno. As ratazanas da tundra se alimentam de sementes, grãos, ervas, cascas e insetos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível