Os perigos de inalar gás hélio

Escrito por michelle norton | Traduzido por bruno souza
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Os perigos de inalar gás hélio
Balões gigantes cheios de hélio (hot air balloon image by MAXFX from Fotolia.com)

A voz engraçada comumente associada ao ato de respirar gás hélio parece um tanto inofensiva. No entanto, o hélio substitui o oxigênio no sangue. Uma exposição prolongada a esse gás pode sufocar uma pessoa. Nos Estados Unidos, existe uma média anual de cerca de uma morte relacionada à inalação de hélio por ano, de acordo com o Centro de Controle de Intoxicações dos EUA. Embora inalar uma pequena quantidade de hélio de um balão, por exemplo, provavelmente não apresenta nenhum risco, em quantidades maiores esse gás pode ser perigoso.

Outras pessoas estão lendo

Desmaios

Quanto maior o tempo de exposição ao hélio, mais a voz engraçada irá durar. Se respirar por muito tempo, você irá desmaiar e, em seguida, voltar a respirar normalmente, o que irá salvar sua vida. No entanto, a queda proveniente do desmaio pode causar lesões, como ossos quebrados ou uma pancada na cabeça, cujos ferimentos podem precisar de apenas alguns pontos, mas também podem causar um enorme trauma cerebral.

Rompimento dos pulmões

Respirar hélio a partir de um tanque pressurizado faz com que seus pulmões sejam inflados rapidamente. Quando esses órgãos se expandem muito velozmente, pode haver uma ruptura, como em um pneu com muito ar. Você pode, então, morrer de hemorragia interna em poucos minutos.

Asfixia

A asfixia é causada pela falta de oxigênio no sangue. Muitas mortes relacionados ao hélio acontecem quando as pessoas enfiam a cabeça dentro de balões de hélio. Eventualmente, elas desmaiam, mas como suas cabeças permanecem dentro do balão, elas continuam a sufocar até a morte

Danos cerebrais

Privar o cérebro de oxigênio causa danos cerebrais, que às vezes podem ser irreversíveis. Quando respira hélio até desmaiar, você está privando essa parte vital do corpo humano de oxigênio. Cerca de 20 por cento do oxigênio respirado é absorvido pelo cérebro, que passa a entender que você precisa de uma quantidade menor desse gás, atuando, assim, para que haja uma absorção menor desse elemento. Isso faz com que a sua função cerebral diminua, resultando em perda de memória ou até mesmo morte cerebral, caso o organismo da pessoa entenda que o oxigênio não é mais necessário. Danos cerebrais não ocorrerem se você respirar apenas pequenas quantidades de hélio, mas não há maneira de determinar o quanto dessa substância você pode inalar até desmaiar.

Hélio líquido

O hélio líquido é armazenado em temperaturas abaixo de zero. Tentar inalar sua forma líquida pode causar queimaduras, e você pode perder pedaços da pele ou do corpo que forem expostos à essa substância.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível