Porque as plantas vasculares sem sementes são importantes?

Escrito por jennifer spirko | Traduzido por andre trapani possignolo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Porque as plantas vasculares sem sementes são importantes?
A samambaia cavalinha está entre as plantas vasculares sem sementes (horsetail image by Maria Brzostowska from Fotolia.com)

As plantas vasculares sem sementes de hoje são descendentes de alguns dos mais antigos organismos do mundo. Essa categoria inclui tipos mais familiares, como as samambaias verdadeiras, assim como belos espécimes como a samambaia cavalinha, samambaia psilotum, juncos e musgos. Pertencentes a quatro classes -- Pterophyta, Psilophyta, Lycophyta e Sphenophyta -- essas plantas são importantes devido ao seu aspecto incomum, assim como ao seu valor prático, científico e até culinário.

Outras pessoas estão lendo

História e Habitat

As primeiras plantas viveram no mar, mas evoluíram para se adaptar a habitats terrestres, isto exigiu um sistema vascular que transportasse umidade das raízes para o caule e folhas. O Dr. Paul F. Ciesielski, da Universidade da Florida, explica que as plantas vasculares sem sementes desenvolveram-se a cerca de 420 milhões de anos atrás, dominando a paisagem nos 175 milhões de anos seguintes, de acordo com o Forest Preseve District do Condado de Cook, Ilinóis. As samambaias e seus parentes normalmente vivem em climas quentes e úmidos que imitam o clima pré-histórico em que elas evoluíram.

Porque as plantas vasculares sem sementes são importantes?
As samambais estão entre os tipos mais antigos de plantas (fossile image by danimages from Fotolia.com)

Importância ecológica

As plantas vasculares sem sementes são importantes para os cientistas, que as veem como um importante elo no desenvolvimento evolutivo da vida na terra, elas são a conexão entre a biodiversidade do nosso próprio mundo e as épocas anteriores, quando a vida se originou nos mares. Ao estudar os descendentes das primeiras plantas terrestres, botânicos e paleontologistas podem aprender mais sobre como os organismos se adaptaram às mudanças no planeta.

Porque as plantas vasculares sem sementes são importantes?
Estudando a cavalinha e outras plantas vasculares sem sementes, os cientistas podem aprender mais sobre como a vida evoluiu (horse-tail image by Vasiliy Koval from Fotolia.com)

Relevância Ecológica

Plantas vasculares sem sementes são uma parte essencial em seus ecossistemas, fornecendo abrigo e alimento para vários organismos, de acordo com o habitat específico. Juntamente com os musgos não vasculares, as plantas vasculares crescem em lugares que são muito sombreados e úmidos para a maioria das plantas com flores, como no solo de densas florestas . Acredita-se que elas possam ter mais uma importância ecológica direta. Segundo relatos da American Horticultural Society, uma espécie de samambaias -- a samambaia eden -- retira arsênico do solo.

Porque as plantas vasculares sem sementes são importantes?
Samambaias são uma importante parte dos ecossistemas das florestas (fern in the forest image by ana malin from Fotolia.com)

Relevância Horticultural

O uso mais popular de plantas vasculares pelos seres humanos é na horticultura. Samambaias verdadeiras tem sido a planta favorita em paisagens, sendo relativamente uma das poucas plantas adaptadas para jardinagem na sombra. Essa tolerância à sombra também faz delas plantas ideais para casas. Cavalinhas, embora consideradas ervas daninhas em algumas partes dos Estados Unidos, são vendidas para uso em jardins de água. A folhagem chamativa e as formas originais dessa classe de plantas tornam-as úteis em arranjos florais, até mesmo certas variedades -- como musgos -- cujos nomes podem ser desconhecidos para os consumidores.

Porque as plantas vasculares sem sementes são importantes?
Samambais staghorn são valiosas na decoração de casas por seu formato incomum (large staghorns 2 image by mdb from Fotolia.com)

Outros Usos

Os povos indígenas utilzam a muito tempo plantas vasculares sem sementes como ferramentas e alimento. Os antigos norte americanos, por exemplo, usavam as cavalinhas para limpeza, por causa da sílica áspera em suas pontas, esse uso deu origem ao seu outro apelido, junco. O uso mais comum dessas plantas, no entanto, é como alimento. Embora relativamente desconhecido em regiões mais secas dos Estados Unidos, as florestas do atlântico norte e médio são o lar de uma iguaria popular apreciada por chefes e gourmets: "fiddleheads". Gourmets colhem esses brotos jovens e crespos de samambaias de florestas na primavera fazendo-as refogadas e em conserva.

Porque as plantas vasculares sem sementes são importantes?
Jovens "fiddleheads" são considerados uma iguaria (spring in the forest (fern) image by Vasiliy Koval from Fotolia.com)

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível