Processos que contribuem para o aumento do metano na atmosfera terrestre

Escrito por luc braybury | Traduzido por laura louzada
Processos que contribuem para o aumento do metano na atmosfera terrestre

Os aterros e outras atividades humanas aumentam o metano atmosférico

Jupiterimages/Photos.com/Getty Images

O metano é um gás do efeito estufa que destrói a camada de ozônio. Ele é o principal componente do gás natural e existe em grandes quantidades na crosta terrestre, sendo liberado naturalmente através de aberturas geotérmicas, de bolhas liberadas no oceano e de erupções vulcânicas. Nos últimos 250 anos, a quantidade de metano na atmosfera da Terra aumentou em mais de 150 por cento. A influência do comportamento humano sobre a ecologia é em grande parte responsável pelo fenômeno.

Outras pessoas estão lendo

Cultivo de arroz

O cultivo de arroz é uma atividade inteiramente feita pelo homem e é a maior fonte artificial de metano, sendo considerado um dos principais culpados pelos níveis crescente de metano na atmosfera. A produção de arroz duplicou nos últimos sessenta anos, e estima-se que se produza entre 50 e 100 milhões de toneladas de metano por ano. À medida que a população humana cresce, a demanda para a produção de arroz aumenta, levando a uma liberação ainda maior de metano para a atmosfera.

Animais de pasto

Em uma escala global, os animais de pasto, como vacas e ovelhas, emitem cerca de 80 milhões de toneladas de metano por ano. Este metano é gerado durante a digestão, em um processo conhecido como fermentação entérica. Durante o processo, o metano é produzido num estômago especializado chamada rúmen, que ajuda na digestão dos alimentos, como grama e grãos duros. O gás é emitido através do arroto e da flatulência. À medida que a população humana cresce também há necessidade de mais gado, aumentando assim a quantidade de metano liberada, ao longo do tempo.

Cupins

Os cupins liberam metano de uma maneira semelhante aos animais de pasto. A emissão ocorre devido ao processo digestivo delas; estima-se uma quantidade entre 2 a 22 milhões de toneladas por ano de metano. Os cupins são uma fonte natural dessas emissões; no entanto, as atividades humanas, como o desmatamento, a agricultura e outras atividades agrícolas contribuem para a explosão populacional desses insetos, que leva a uma produção maior de metano.

Aterros

A decomposição de resíduos orgânicos, como carne, vegetais e dejetos humanos produzem metano ao longo do tempo. Devido à quantidade de resíduos se decompondo lentamente nos dias de hoje, os aterros funcionam como fonte de produção de metano até depois de serem fechados. Estima-se que a emissão de metano de aterros sanitários, em uma escala global, seja entre 30 e 70 milhões de toneladas por ano e continue crescendo.

Não deixe de ver

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media