Quais ervas e temperos podem ser adicionados a alimentos para bebês

Escrito por kristen fisher | Traduzido por ricardo castiglioni
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
 Quais ervas e temperos podem ser adicionados a alimentos para bebês
Muitos especialistas em saúde estão reconhecendo os benefícios de ervas e temperos para crianças em uma idade jovem (Flickr.com)

Os pais há muito tempo são aconselhados a apresentarem ao bebê alimentos sólidos, leves e livres de tempero, mas muitos especialistas em saúde estão reconhecendo agora os benefícios da introdução de ervas e temperos saborosos para crianças em uma idade jovem.

Outras pessoas estão lendo

Comida caseira ou comercial

Uma das vantagens de fazer a própria comida do bebê é ser capaz de adicionar ervas frescas ou secas para criar uma refeição saborosa para o bebê, mas também pode-se adicionar temperos em alimentos preparados comercialmente.

Período de tempo

Espere até que o bebê tenha cerca de 7 ou 8 meses de idade para introduzir alimentos condimentados para minimizar as chances de irritar o estômago.

Orientações

Comece por servir ao bebê versões temperadas dos alimentos que ele já experimentou; como acontece com todos os alimentos novos, introduza um tempero de cada vez e espere cerca de quatro dias antes de tentar outro, para que possa monitorar quaisquer reações adversas.

Temperos para experimentar

Alguns temperos que o bebê pode experimentar incluem pimenta, manjericão, alho em pó, alecrim, aneto, raspas de limão, orégano, canela, hortelã, gengibre, noz-moscada, anis e baunilha sem álcool. Evite adicionar sal e açúcar na alimentação do bebê.

Benefícios

Expor o bebê aos alimentos temperados irá ensiná-lo a apreciar sabores diferentes e aproveitar os alimentos que são servidos regularmente na mesa de jantar.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível