Quantas vezes uma pessoa respira por minuto?

Escrito por tom king | Traduzido por juscelino dorneles aleixo filho
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Quantas vezes uma pessoa respira por minuto?
Paciente utilizando um respirador (Stockbyte/Stockbyte/Getty Images)

Outras pessoas estão lendo

Respiração normal

Adultos normalmente respira entre 12 e 20 vezes por minuto. Variações ocorrem normalmente durante a respiração e podem incluir períodos de respiração silenciosa, suspiros, respirações fortes e pausas. O quão rápido você respira varia de acordo com sua idade, condição de saúde, nível de excitação, condicionamento físico e outros fatores.

Variações na respiração entre diferentes idades

Recém-nascidos de até um ano respiram muito rápido, cerca de 30 a 60 vezes por minuto. Crianças entre 2 e 3 anos de idade respiram entre 24 e 40 vezes por minuto. Entre 3 e 6 anos, 22 a 34 vezes. Já entre 6 e 12 anos, a respiração normal é de 18 a 30 vezes por minuto, enquanto adolescentes diminuem o ritmo para apenas 12 a 15 respirações. A taxa de respiração de idosos é aproximadamente a mesma dos adultos, sendo que a maioria das mudanças na respiração dos mais velhos é causada por doenças relativas a idade, perda de condicionamento físico e outros problemas de saúde, ao invés de serem ligadas diretamente ao processo de envelhecimento

Fatores que diminuem a taxa de respiração

A taxa de respiração normalmente diminui quando um paciente está sobre o efeito de sedativos ou anestésicos. Isso também pode acontecer como resultado de overdose de medicamentos, como barbitúricos ou medicamentos psicotrópicos.

Fatores que elevam as taxas de respiração

O aumento da taxa de respiração é muitas vezes causado por esforço físico, doenças respiratórias que diminuem a oxigenação do sangue, baixa climatização em grande altitude, transtornos de pânico ou estresse. Muitas vezes o paciente tende a respirar de modo superficial, resultando em um gasto maior de energia apenas para manter a demanda de oxigênio do corpo em repouso. Pacientes muito doentes respiram mais profundamente, ruidosamente e mais rápido que o normal. A respiração soa como se o paciente estivesse suspirando profundamente.

Fatores que causam respiração irregular

A pressão intracraniana devido a doenças ou ferimentos pode causar respiração irregular com paradas respiratórias intermitentes. A respiração de Cheyne-stokes são respirações pequenas e extremamente superficiais que aumentam em profundidade e velocidade e então diminuem novamente, terminando em apneia ou em longas paradas respiratórias. Este tipo de respiração é comum em pacientes gravemente doentes ou em estado terminal.

Fatores que causam falta de ar

Dificuldades para respirar e paradas respiratórias ocorrem frequentemente em pacientes que possuem doenças crônicas de obstrução pulmonar e insuficiência cardíaca. Os sintomas não se aliviam nem mesmo quando o paciente está em repouso. Respiradores mecânicos podem ser necessários para reduzir a dificuldade respiratória do paciente.

Paradas respiratórias

A apneia é a parada súbita da respiração. Durante a apneia, a respiração para abruptamente e podem haver períodos de 10 a 40 segundos nos quais não é realizada a respiração. Isso ocorre frequentemente durante o sono, como resultado da obstrução das vias aéreas superiores, principalmente da garganta ou das vias nasais. A apneia pode resultar em uma diminuição dramática do nível de oxigênio no sangue e até levar a morte. A apneia é muitas vezes controlada através do uso de respiradores mecânicos e maquinas CPAP e Bi-PAP, que ajudam a forçar a passagem do ar através das vias obstruídas ou ajudam a musculatura respiratória debilitada.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível