Quem foi realmente o Conde Drácula?

Escrito por robert vaux | Traduzido por bruno seixas
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

O Conde Drácula de Bram Stoker foi um personagem fictício, criado para encher os leitores de medo e horror. Ao desenvolver seu imortal vampiro, acredita-se que Stoker baseou alguns detalhes em uma figura histórica: Vlad Tepes, um príncipe romano mais conhecido pelo seu apelido, "Vlad, o Empalador".

Outras pessoas estão lendo

A origem

Vlad foi príncipe da Wallachia, parte sul da Romênia. É provável que ele tenha nascido lá em meados de 1430.

Os turcos

Vald dominou a Wallachia em 1456, durante um turbulento período na história da região. Os turcos otomanos ao sul representavam uma ameaça considerável à região, e Vlad não tinha nenhuma afeição a eles.

A guerra

Em 1460, Vlad aliou-se ao rei da Hungria contra os turcos. Como seu exército geralmente era menor, ele aprendeu a usar táticas de guerrilha e costumava empregar torturas terríveis para encher seus inimigos de medo.

A morte

Vlad foi morto em 1476 enquanto lutava contra os turcos. De acordo com a lenda, os turcos mandaram sua cabeça para o sultão como prova de sua morte.

O vampiro

Lendas sobre vampiros eram amplamente difundidas na Romênia, e diversas histórias contavam sobre o comportamento bárbaro de Vlad durante a guerra. Combinar as duas histórias, talvez tenha sido o encaixe natural para o terrível romance de Bram Stoker.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível