Como reconhecer uma paralisia facial em cães

Escrito por nicki howell | Traduzido por aline fernandes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como reconhecer uma paralisia facial em cães
Os cocker spaniels e os boxers são duas das raças mais propensas a sofrerem de paralisia facial (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Muitos donos de cães ficam preocupados quando o rosto de seus cachorros parece paralisado. Essa condição é chamada de paralisia facial e ocorre quando um cão sofre de anormalidade do nervo facial. Algumas raças são mais propensas a essa condição, como os cocker spaniels e os boxers. Veja a seguir como reconhecer a paralisia facial nos cães.

Nível de dificuldade:
Moderadamente fácil

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Observe o seu cão por alguns minutos para avaliar a sua capacidade de piscar. A incapacidade de piscar é um sintoma da paralisia facial nos cães.

  2. 2

    Examine os olhos para ver se houve mudanças. Geralmente nota-se uma secreção ocular em cães com essa condição. Como o cão pode resistir ao exame, é bom ter alguém para segurá-lo para você conseguir dar uma boa olhada.

  3. 3

    Avalie o seu cão durante a hora da refeição. A maioria de nós não assiste aos nossos cães comerem sua ração; porém, se você suspeitar que o seu cão está sofrendo de paralisia facial, veja-o comer. Deixar a comida cair é típico de cães que sofrem dessa condição.

  4. 4

    Veja como o seu cão move os olhos. Segure um osso para cachorro em frente ao seu cão. Mova o osso da esquerda para a direita e veja como ele acompanha o item. Se os olhos não parecerem normais ao acompanhar o objeto, o seu rosto pode estar paralisado.

  5. 5

    Entre em contato com o seu veterinário para marcar uma avaliação. Se o seu cão demonstrar qualquer sintoma dessa condição, leve-o ao veterinário para fazer um exame. Se o veterinário determinar que o seu cachorro está sofrendo de paralisia facial, ele pode decidir tratar a condição com lubrificantes oculares ou antibióticos.

Dicas & Advertências

  • Compreenda os cuidados necessários para ter em casa. Os cães com essa condição precisam de cuidados médicos contínuos. Você terá de administrar medicamentos prescritos para evitar possíveis complicações da doença. Talvez também sejam necessários check ups mais frequentes no veterinário.
  • É importante cuidar bem dos ouvidos. Mesmo que o seu veterinário determine que o seu cão não está sofrendo dessa condição, lembre-se de continuar a cuidar bem dos seus ouvidos. Essa condição está associada a infecções no ouvido, então é importante limpá-los e estar atento a infecções.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível