Como reconhecer e tratar uma fratura de mandíbula em cães

Escrito por nicki howell | Traduzido por yago lima
Como reconhecer e tratar uma fratura de mandíbula em cães

Cuide bem do cão

George Doyle/Stockbyte/Getty Images

A fratura da mandíbula ocorre quando um cão sofre algum tipo de problema que afeta a mandíbula inferior. Se esse tipo de fratura não for tratada, podem ocorrer complicações graves. Os donos de cães geralmente percebem a lesão quando o cão começa a babar ou demonstrar dor na região da mandíbula. Certifique-se de detectar essa condição e procurar por tratamentos para os sintomas.

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Entenda os sintomas da fratura de mandíbula em cães. Eles incluem salivação excessiva, diminuição de apetite e dor na região da mandíbula. O cão também pode se tornar letárgico e apresentar sinais de depressão. Anote os sintomas que ele apresentar e discuta-os com o veterinário.

  2. 2

    Leve o cão para um hospital veterinário para ser examinado. Os animais que sofrem fratura de mandíbula sentem dores. Ligue para o hospital veterinário ou para o veterinário e informe-lhes os sintomas do cão para que estejam preparados para a chegada dele. Enquanto estiver dirigindo para o hospital, mantenha o cão calmo, falando com uma voz suave e ouvindo uma música calma.

  3. 3

    Solicite exames para verificar a mandíbula do cão. O diagnóstico de fratura de mandíbula pode ser obtido através de radiografias e exames físicos. Informe todos os sintomas para o veterinário.

  4. 4

    Discuta um plano de tratamento para o cão. Se ele sofre de uma condição menos grave, pode precisar de algum fruto do mar para permitir que a área afetada se cure. Se a situação é mais grave, pode ser necessária uma cirurgia. Peça uma medicação para a dor, pois essa condição pode causar sérios desconfortos ao animal.

  5. 5

    Restrinja as atividades enquanto a lesão não estiver curada. Coloque o cão na coleira nos intervalos dos banhos para evitar qualquer exercício.

  6. 6

    Monitore a recuperação do animal diariamente. Preste muita atenção à recuperação dele, notando qualquer inchaço na área afetada. Se houver qualquer alteração, contate o veterinário.

Dicas & Advertências

  • Considere utilizar antibióticos de forma proativa. Apesar do cão não possuir uma infecção, pode ser sábio pedir antibióticos para evitar um problema em potencial. Os cães que sofrem de uma infecção com essa condição podem enfrentar sérias complicações.

Não deixe de ver

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media