Como replantar violetas-africanas

Escrito por anastasia leon | Traduzido por mariana piastrelli lauria
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como replantar violetas-africanas
O replantio de violetas incentiva as plantas a crescerem mais bonitas e saudáveis (Brand X Pictures/Stockbyte/Getty Images)

Violetas-africanas, conhecidas também por Saintpaulia, são charmosas e conhecidas por suas flores alegres e folhagem verde-escura. Apesar de as violetas-africanas exigirem muito pouco cuidado manual, é benéfico fazer um corte ocasional para remover as folhas mortas ou para melhorar a simetria da planta. No entanto, muitos jardineiros cortam essas violetas sem cuidado e removem muitas folhas sadias, o que faz a planta ficar dormente. O replantio é uma forma de revigorar uma planta cortada em excesso, já que um solo fresco e rico em nutrientes, além de um vaso menor, incentivam as violetas-africanas a crescerem mais bonitas e saudáveis.

Nível de dificuldade:
Fácil

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Vaso
  • Substrato para violetas
  • Tesouras de poda
  • Bola de algodão
  • Peróxido de hidrogénio
  • Jornal ou papel de embrulho

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Adquira um vaso novo e um pouco menor para a violeta-africana. Escolha um que seja de 1,5 a 2 cm menor que o vaso original para aglomerar as raízes ligeiramente e assim promover o crescimento para cima.

  2. 2

    Coloque o substrato até o fundo do novo vaso. Agite o vaso levemente para alinhar o solo, mas não aperte. Deixe-o de lado durante a preparação da violeta para o replantio.

  3. 3

    Limpe as lâminas de sua tesoura de poda. Molhe um algodão em água oxigenada. Esfregue as lâminas cuidadosamente com a bola de algodão para remover quaisquer fungos potencialmente nocivos, bactérias ou organismos patogênicos. Deixe a tesoura secar antes de usá-la nas violetas.

  4. 4

    Espalhe uma folha de jornal ou papel de embrulho sobre sua área de trabalho para minimizar a bagunça e tornar a limpeza mais fácil. Mova o violeta para o jornal antes de removê-la do vaso.

  5. 5

    Coloque sua mão de forma segura através da abertura do pote da violeta. Vire o pote de cabeça para baixo. Agite-o com cuidado para deslizar o torrão da raiz para fora. Coloque a planta sobre o jornal.

  6. 6

    Esmigalhe o solo tanto quanto possível em torno das bordas externas do torrão. Apare 2,5 cm de comprimento das extremidades das raízes usando sua tesoura de poda recém-limpa e higienizada.

  7. 7

    Coloque a violeta no novo vaso. Adicione solo ao redor das raízes em pequenos incrementos. Agite o vaso ligeiramente após a adição de cada incremento de solo para espalhá-lo entre as raízes. Continue adicionando o solo até que o vaso esteja cheio.

  8. 8

    Puxe delicadamente as folhas restantes para cima para localizar o "pescoço" da planta, que é tronco da base da folha. Espalhe solo em torno da parte superior da planta até que o caule esteja enterrado. Pressione suavemente o solo para eliminar todo o ar aprisionado.

  9. 9

    Molhe a violeta-africana depois transplantá-la. Cuidadosamente espalhe a água sobre o solo, sem atingir as folhas, o que pode causar a descoloração ou mofo. Adicione água até os primeiros 5 cm de solo estejam moderadamente úmidos.

  10. 10

    Coloque o violeta na sombra, longe da luz solar direta. Retome a prática de rega e adubação normal dois meses após transplantá-la. Preste atenção para um novo crescimento de folhas entre quatro e seis meses após o replantio.

Dicas & Advertências

  • Crie seu próprio substrato para violetas combinando duas partes de barro, uma parte de turfa ou fibra de coco e uma parte de perlite ou vermiculita.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível