Reprodução da samambaia

Escrito por dawn walls-thumma | Traduzido por luiz carlos de frança júnior
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Reprodução da samambaia
A reprodução de samambaias ocorre em dois estágios (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

As samambaias são plantas vasculares sem sementes, uma divisão antiga de planta que se reproduz usando esporos. Embora algumas samambaias eventualmente tenham evoluído para a produção de sementes, nenhuma delas permanece em existência nos dias de hoje.

Outras pessoas estão lendo

Esporos

Como todas as plantas, as samambaias exibem um processo de dois estágios reprodutivos. A reprodução começa com a produção de esporos em estruturas chamadas de soro, encontradas na parte inferior das folhas da planta. O vento carrega os esporos e, caso encontre um local adequado, germina, começando no passo seguinte.

Protalo

O esporo germina em uma pequena estrutura em forma de coração chamada de protalo. O protalo existe para completar o ciclo reprodutivo das samambaias, desenvolvendo estruturas masculinas e femininas que produzem espermatozoides e óvulos. Quando ocorre a fertilização, o zigoto resultante se torna uma planta nova, capaz de produzir esporos e de iniciar o ciclo novamente.

Significado

Como plantas produtoras de esporos, as samambaias produzem milhões deles para cada um que germina com sucesso, de acordo com a Associação Americana de Samambaia. As samambaias gastam sua energia para criar tantos esporos quanto possível, garantindo a sobrevivência de uma maior proporção de descendentes. O desenvolvimento da semente resultou na utilização da estratégia oposta.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível