Economia

Como retirar dinheiro de uma conta bancária após o falecimento do titular

Escrito por alexis writing | Traduzido por randhal wendel
Como retirar dinheiro de uma conta bancária após o falecimento do titular

Saiba como acessar contas bancárias após a morte do titular

bank image by Pefkos from Fotolia.com

As regras para retirar dinheiro de uma conta bancária após a morte do titular variam dependendo da situação. É mais fácil se for uma conta conjunta. Entretanto, ainda que não se trate de uma conta conjunta, é possível retirar o dinheiro da conta com a documentação certa.

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Vá ao banco e solicite a retirada do dinheiro caso seja uma conta conjunta. Se você é o outro titular, pode simplesmente sacar o dinheiro como se fosse uma situação comum, pois tem direitos iguais sobre o dinheiro. Caso queira retirar o nome do titular falecido da conta, basta apresentar o atestado de óbito.

  2. 2

    Leve o atestado de óbito e o comprovante do inventário ao banco. Se o falecido deixou um testamento, parte do dinheiro da conta passa a integrar o patrimônio líquido e pode ser acessado apenas pelo inventariante como parte no inventário. Isso só é possível depois que a corte aprovar o testamento e a partilha dos ativos. Se esse for o caso e você for o inventariante, vai precisar dos documentos necessários para provar seu direito de sacar o dinheiro. Isso geralmente inclui identificação, documentos judiciais demonstrando que o inventário foi feito e o atestado de óbito.

  3. 3

    Leve o atestado de óbito e documentos que comprovem a ausência de testamento ao banco. Se o falecido não deixou um testamento, o tribunal fará a partilha dos ativos de acordo com a lei e será feito um formal de partilha. Se esse for o caso, leve o formal de partilha ao banco declarando que você é o herdeiro legítimo do dinheiro na conta. Também será necessário levar sua identidade para provar que você é a pessoa relacionada como herdeiro no formal.

  4. 4

    Leve a prova de que você era o parente mais próximo e o atestado de óbito caso a conta seja pequena e já tenha decorrido o prazo legal. Para algumas contas pequenas, a prova de que você era o parente mais próximo da pessoa que morreu é o suficiente. Entretanto, deve ter decorrido o prazo legal para que possa sacar o dinheiro dessa forma. Bancos também têm requisitos diversos para provar que você era o parente mais próximo, portanto deverá procurar o banco para saber quais são esses requisitos, como certidão de nascimento e identidade.

Mais galerias de fotos

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media