Sacos plásticos e poluição

Escrito por mandi titus | Traduzido por maria pereira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Sacos plásticos e poluição
Reciclar sacolas plásticas pode ajudar a reduzir a poluição (Martin Poole/Lifesize/Getty Images)

A poluição do solo e das águas da Terra tornou-se uma questão importante nas últimas décadas. Os saquinhos de plástico desempenham um papel importante no problema da poluição, pois são feitos e distribuídos em grandes quantidades e frequentemente são descartados. Animais marinhos e seus ambientes são afetados negativamente pela poluição dos saquinhos plásticos. A melhor maneira de reduzir o impacto negativo é reduzir o uso, reutilizar ou reciclá-los tanto quanto possível.

Outras pessoas estão lendo

Problemas do plástico

De acordo com a Agência de Proteção Ambiental dos EUA (EPA), mais de 12% dos resíduos sólidos é feito de plástico, das quais sacos plásticos compõem uma parcela significativa. Desde 1960, houve um grande aumento na produção de plásticos, o que por sua vez, aumentou a quantidade de desperdício e de poluição associados às sacolas do material. Elas são consideradas bens não-duráveis​​, o que significa que não são destinados para uso a longo prazo e muitas vezes são descartados. Devido à forma que o plástico é fabricado, a decomposição desses materiais é lentas, contribuindo para aterros e poluição ambiental.

Sacos plásticos e o ambiente marinho

Os sacos plásticos são uma parte significativa do lixo marinho, tendo um sério impacto sobre os animais que vivem no mar. Esses animais, como tartarugas, baleias e aves marinhas, podem confundir sacos plásticos flutuantes com comida e ingeri-los, além de se enroscarem neles, causando asfixia, aumento de vulnerabilidade a predadores e a fome. Além desses dois fatores, que podem podem causar a morte, doença ou ofensa grave à vida marinha, o ambiente é alterado por detritos marinhos causando outros tipos de danos. Por exemplo, os sacos de plástico podem afundar até o fundo do oceano, causando danos aos recifes de coral.

Problemas econômicos

Por serem distribuídos em grande número pelos supermercados e mercearias, sem nenhum custo, as pessoas pensam que os sacos plásticos não tem nenhum custo. De acordo com o grupo Californianos Contra o Desperdício, essas sacolas custam milhões de dólares a cada ano. Na Califórnia e em outros estados dos Estados Unidos, as agências estatais e públicas gastam milhões de dólares a cada ano para controlar a poluição causada pelo saco plástico e reverter os efeitos negativos no meio ambiente. Estes custos incluem a mão de obra, equipamentos e recursos necessários para retirar sacos plásticos das vias públicas, parques e outras áreas.

Reciclando sacolas plásticas

Reduzir o uso, reutilizar e reciclar os sacos plásticos são as melhores maneiras de prevenir os problemas associados à eles. De acordo com a EPA, a taxa de reciclagem global de produtos plásticos é de apenas 7% (2,1 milhões de toneladas) em 2009. Usando itens de plástico duráveis, tais como recipientes reutilizáveis​​, ou recipientes de vidro ou de metal duráveis, pode ajudar a reduzir o impacto que sacos plásticos têm na Terra. Quando o uso é absolutamente necessário, utilizar várias vezes e reciclar para que possam ser reprocessados por empresas especializadas, pode reduzir o impacto também.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível