Sintomas de cetonas altas na diabetes

Escrito por dana severson | Traduzido por ricardo castiglioni
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

Com a diabetes, quando não há insulina suficiente no organismo, há o risco potencial de haver um aumento no nível de glicose no sangue. Essa é uma indicação de que o açúcar no sangue não está entrando nas células para fornecer a nutrição ao corpo. Para combater isso, o corpo naturalmente se volta para outras fontes de alimento, como gordura em excesso. Esse processo de usar gordura como energia produz algo chamado cetona, que é liberada no sangue. Com o passar do tempo, cada vez mais cetonas são liberadas no sangue, tornando-se tóxico, o que leva ao que muitas vezes é chamado de cetoacidose, ou um nível elevado de cetonas no sangue. Quando isso acontece, o corpo manifesta certos sinais e sintomas como uma reação a essa toxicidade.

Outras pessoas estão lendo

Sede e micção

Quando alguém sofre de um nível elevado de cetonas no sangue, começará a sofrer de sede excessiva e micção mais frequente, de acordo com a Mayo Clinic. Isso ocorre principalmente devido à reação que o corpo tem para as cetonas. À medida que aumentam os níveis de cetona, o corpo irá eliminá-las através da urina. Quanto mais cetonas, mais urina é produzida. Devido a isso, o corpo se tornará um pouco desidratado, provocando um nível elevado de sede para equilibrar a hidratação. É por isso que os dois sintomas sempre andam de mãos dadas.

Náusea

Muitas vezes, uma pessoa com um nível elevado de cetonas no sangue começará a sentir náuseas. Conforme a toxicidade no sangue continua a aumentar, é uma reação natural do corpo tornar-se doente, às vezes tão doente que pode fazer a pessoa vomitar. Se você pensar sobre um período que ficou muito tempo sem comida que o deixou doente, esse é um sentimento semelhante. O corpo não está sendo nutrido, o sangue está se tornando tóxico e isso resulta em náuseas.

Perda de apetite

Com a toxicidade ocorrendo no corpo devido à cetoacidose, a pessoa também pode experimentar perda de apetite, mesmo que as células não estejam sendo adequadamente nutridas. Isso tem muito a ver com o que ela sente conforme os níveis de cetona aumentam. A pessoa tem náuseas com frequência e simplesmente não tem vontade de comer.

Fadiga

Conforme os níveis de cetona continuam a subir, as células do corpo não estão necessariamente recebendo os nutrientes adequados para energia. Sem os nutrientes adequados, o corpo se tornará mais fatigado ou esgotado do que o habitual. Essa fadiga pode ser tão grande que causa uma certa fraqueza no indivíduo.

Dor abdominal

Para algumas pessoas com diabetes, o aumento de cetonas pode causar algum nível de dor ou desconforto na região abdominal do corpo. Essa dor pode ser um pouco inconveniente, mas, conforme as cetonas continuam a subir, ela pode se tornar mais grave.

Distúrbio respiratório

Há também o potencial risco da cetoacidose causar uma perturbação na respiração da pessoa. Geralmente, ela se manifestará como uma falta de ar ou falta de fôlego repentina. Isso pode ocorrer durante esforço físico ou momentos de descanso. Tudo depende da maneira como o corpo reage ao nível elevado de cetonas.

Perturbação cognitiva

Para algumas pessoas, um nível elevado de cetonas no sangue pode causar um distúrbio na capacidade cognitiva. Na maioria das vezes, a pessoa se tornará confusa ou incerta do que está acontecendo ao redor dela. Às vezes, ela pode falar incoerentemente, demonstrando confusão.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível