Sintomas de úlcera pilórica: edema, dor abdominal na posição sentada

Escrito por katy willis Google | Traduzido por angela spada
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Sintomas de úlcera pilórica: edema, dor abdominal na posição sentada
O tabagismo pode exacerbar os sintomas da úlcera péptica (cigarette image by Yves Damin from Fotolia.com)

Á úlcera pilórica é uma úlcera péptica situada no piloro, que é extremidade inferior do estômago que conduz ao duodeno, terminando no esfíncter pilórico. Este é um anel muscular que se contrai para fechar a abertura entre o estômago e o duodeno. As úlceras são feridas abertas ou áreas cruentas no revestimento do estômago ou duodeno.

Outras pessoas estão lendo

Causas

As úlceras pépticas são causadas pela pepsina e o ácido gástrico, causando dano à camada mucosa do estômago ou ao revestimento duodenal. As medicações da categoria de anti-inflamatórios não esteroidais (DAINE), como o ibuprofeno — especialmente aquelas sem revestimento entérico, que se destina a minimizar o dano dos DAINE — podem ser uma causa de úlceras. Alguns fatores do estilo de vida podem exacerbar os sintomas das úlceras, como a excessiva ingestão de cafeína, tabagismo e níveis elevados de estresse. A bactéria Helicobacter pylori normalmente é a causa de uma infecção do antro (a parte do estômago que une o piloro), o que pode causar úlceras duodenais.

Sintomas

Os sintomas de úlceras pilóricas são essencialmente os mesmos das úlceras duodenais. Dispepsia é o termo médico para os sintomas combinados mais comuns. Algumas pessoas têm todos os sintomas de úlceras sem que estas estejam presentes; essa condição é conhecida como dispepsia funcional. Os sintomas podem ocorrer com frequência e regularidade ou não reaparecer por semanas ou meses. Esses sintomas, que incluem sensação de plenitude, incapacidade de beber líquidos da maneira normal; sensação de mal-estar e vazio no estômago, que geralmente está doloroso, ocorrem com mais frequência de uma a três horas antes de se alimentar, associados à sensação de fome. Muitos indivíduos afetados descobrem que comer pode aliviar as sensações de mal-estar e vazio. A náusea é outro sintoma comum, assim como a sensação de regurgitação ácida na garganta.

Dor

As pessoas que sofrem de úlceras gástricas ou duodenais têm dor em vários graus de intensidade. Às vezes é localizada, mas também pode se espalhar por todo o abdome. Muitas vezes, os pacientes se queixam de que a dor abdominal parece piorar quando estão na posição sentada. Quando associada à úlceras pépticas, a dor pode se irradiar para dentro do peito, atrás do esterno ou para as costas, o que pode ser uma experiência muito assustadora, uma vez que essas sensações podem ser confundidas com ataques cardíacos ou outras condições crônicas.

Complicações

As úlceras pilóricas podem causar complicações tornando o piloro inflamado. Isto pode levar a uma condição conhecida como estenose pilórica. A inflamação provoca estreitamente pilórico, o que retarda a passagem dos conteúdos estomacais par ao intestino e induz vômitos repetidos, às vezes de alimentos consumidos até 24 horas antes. Em alguns casos, há visível movimento e distensão estomacal. Outras complicações comuns de todas as úlceras pépticas são a hemorragia, que pode envolver vômito sanguinolento e uma substância escura semelhante ao café moído. Essa condição é séria e requer tratamento de emergência.

Tratamento

As medicações antiácidas podem ajudar a aliviar os sintomas em alguns pacientes. Caso a Helicobacter pylori esteja presente, e a causa provável for uma úlcera, pode-se administrar antibióticos. Podem ser usadas medicações antissecretoras para reduzir a produção do ácido gástrico, permitindo que a úlcera se cure. Pode ser necessário considerar modificações no estilo de vida, como parar de fumar, reduzir a cafeína e os níveis de estresse, bem como o consumo de alimentos ricos ou muito gordurosos . Se estiver presente estenose pilórica, e a medicação antissecretora falhar, pode ser necessária uma cirurgia.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível