Sobre o chá oolong

Escrito por julia michelle | Traduzido por mariana korman
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Sobre o chá oolong
O chá oolong foi descoberto há aproximadamente 400 anos na China (ULTRA F/Digital Vision/Getty Images)

O oolong é um tipo de chá que teve origem há aproximadamente 400 anos, na China. Ele tem diversas variedades conhecidas, incluindo uma que é produzida no Monte Wuyi, em Fuji. A palavra "oolong" refere-se ao método de produção e o tempo de fermentação, não a um tipo específico de planta. O sabor do chá varia, dependendo de como é feito. Algumas de suas versões, como a de jasmim, são mais suaves, enquanto outras são mais encorpadas. O oolong também tem diferentes formatos, como as folhas curvas, as em forma de pérolas e o chamado "chá pólvora". Todos eles são naturalmente cafeinados, o nível depende de como são produzidos.

Outras pessoas estão lendo

Produção do chá oolong

Tradicionalmente, as folhas de chá são colhidas em dias claros, em unidades formadas de um botão e duas folhas. As folhas são deixadas ao sol durante um curto período de tempo, guardadas em cestas e agitadas, fazendo com que o suco seja extraído e inicie-se a fermentação. O processo de fermentação faz com que as folhas escureçam de verde para vermelho, depois fiquem pretas. O chá oolong é considerado semifermentado, o que significa que as folhas são fermentadas por pouco tempo, interrompendo-se o processo quando elas estão cerca de 30 a 70% verdes, embora isso possa variar conforme a região e o produtor. Em geral, a fermentação dura duas horas para oolongs chineses, e os chás de Taiwan requerem mais tempo. Após a laminagem, as folhas são esfregadas para criar a forma e a textura desejadas. Em seguida, secam-se as folhas sobre um fogo de carvão, que também interrompe o processo de fermentação. As folhas secas são então classificadas por um especialista e embaladas para exportação.

Preparação do chá oolong

O oolong pode ser preparado como qualquer chá, utilizando água quente e uma chaleira. Geralmente, ao se preparar uma grande quantidade, é melhor colocar as folhas em um infusor, na água, removendo-o quando estiver pronto. Removê-las da água impede que se torne amargo. Se você desejar um sabor mais forte, use mais folhas, não mais tempo de infusão. Pelo fato desse chá ser parcialmente fermentado, é possível fazer sua infusão várias vezes obtendo-se o mesmo sabor, outra boa razão para se usar um infusor. A mesma porção de folhas poderá ser usadas algumas vezes, e o infusor pode ser armazenado no refrigerador e aquecido antes da preparação.

Chá gongfu

Existe um método tradicional de preparação do oolong chamado de "chá gongfu". Ele consiste no uso de três bules, um para aquecimento de água, um para infusão e outro para servir. Para servir, o bule não precisa ser grande, pois o chá é servido em pequenas xícaras. Nesse método, a água é fervida em um dos bules, que é deixado de lado em um aquecedor. O bule de argila para infusão é preenchido com água quente para prepará-lo. Ele é esvaziado e o chá é colocado no bule. Pela segunda vez, enche-se de água quente ou morna e, em seguida, esvazia-se, lavando o chá. Depois da lavagem, a água fervente é derramada sobre as folhas de chá, enchendo o bule até a borda. A tampa é então colocada sobre ele e água quente é despejada sobre o bule. As folhas devem ficar em infusão de um a dois minutos. O chá é depois colocado em um bule para servir e está pronto para beber. A mesma infusão é suficiente para seis a oito bules de chá.

Chá Wulong

O oolong também é comercializado como um chá raro e exótico que auxilia na perda de peso, com o nome de Wulong. O chá não é raro, nem tem mais propriedades do que qualquer outro. Todos os chás vêm da mesma planta (Camellia sinensis), o que determina o seu tipo são os processos de produção e fermentação. Os chás verde e oolong são ambos parcialmente fermentados, os chás brancos não são fermentados e chás pretos são totalmente fermentados. Diferentes níveis de fermentação criam variadas alterações químicas nas folhas e no nível de cafeína, por isso, o chá branco não tem quase nenhuma cafeína, enquanto que o chá preto tem muita. O processo de fermentação também resulta em diferentes níveis de antioxidantes e polifenóis, elementos que contribuem para a saúde cardiovascular e mantêm o nível de colesterol saudável, além de auxiliar na perda de peso. Mas as diferenças são mínimas e todo chá tem benefícios similares.

O chá e a perda de peso

Foram realizados muitos estudos explorando a conexão entre o chá e a perda de peso, e alguns apresentam contradições entre si. Em um estudo feito em janeiro de 1999, na edição do International Journal of Obesity (Jornal Internacional sobre Obesidade) intitulado "Ação antiobesidade do chá oolong", camundongos alimentados com uma dieta rica em gorduras e com chá oolong perderam peso, mas determinou-se que o teor de cafeína do chá foi um fator mais decisivo do que quaisquer outras propriedades específicas do chá. Outro estudo publicado na edição de dezembro de 1999 do American Journal of Clinical Nutrition (Jornal Americano de Nutrição Clínica) mostrou que, no entanto, o polifenol contido no chá (especificamente o galato de epigalocatequina) é um fator mais importante na perda de peso do que a cafeína.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível