Como saber se um sobrenome é Judeu

Escrito por laurie rappeport | Traduzido por harry yazawa
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como saber se um sobrenome é Judeu
Pesquisadores de genealogia podem descobrir a ancestralidade judaica identificando sobrenomes judeus (Jupiterimages/Brand X Pictures/Getty Images)

Se você quer confirmar sua ancestralidade judaica, ou de outra pessoa, você pode descobrir pistas ao pesquisar o sobrenome. Embora um típico sobrenome judeu não signifique necessariamente que a pessoa é judia, isso providencia um ponto de partida para pesquisas mais aprofundadas. Sobrenomes judeus derivam de uma variedade de fontes, incluindo linhagem familiar, país de origem e língua do país. A comunidade judaica hoje se divide entre judeus Ashkenazi e Sephardi (com pequenas populações de outras que não pertencem a nenhuma dessas comunidades) e os sobrenomes em cada uma delas se difere.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Dicionário hebreu-inglês

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Pergunte se a família tem a tradição de pertencer a uma família sacerdotal Cohen ou Levi. Os nomes Cohen e Levi quase sempre indicam ancestralidade judaica, assim como outros nomes que derivam dessas famílias, como Katz, Asoulin, Kahan, Kaplan e Kagan.

  2. 2

    Procure pela raiz do nome. Alguns sobrenomes judaicos derivam de uma raiz hebraica. O nome judeu "Rappeport" vem de uma profissão e localização da primeira pessoa com esse nome, um doutor ("rofeh" em hebraico) de Puerto (a cidade na Itália onde ele viveu). "Hyams" vem da palavra hebraica "Chaim", que significa "vida".

  3. 3

    Reveja sobrenomes espanhóis e portugueses. Algumas famílias judaicas converteram-se ao Cristianismo durante a inquisição e as pessoas ainda associam esses nomes com os de "Marrano", ou convertidos à força. Alguns descendentes dessas famílias voltaram ao Judaísmo. Nomes possíveis de Marranos incluem Delgado, Ayala, Gomez, Nunes, Febos e Henriques, entre outros.

  4. 4

    Pesquise o significado do nome ou se ele indica localização geográfica. Quando o império austríaco começou a mandar que judeus adotassem sobrenomes no final do século XVIII, muitos judeus usaram nomes refletindo suas cidades de origem, uma característica ou suas profissões. O nome "Sandler" indica um sapateiro, "Klein" significa "pequeno" em alemão e o nome "Berlin" frequentemente indica que a pessoa veio dessa cidade.

  5. 5

    Note a palavra "son" (filho em inglês) no fim de um nome. A palavra hebraica "Ben" significa "filho de". Muitos Judeus na Europa adotaram sobrenomes que indicavam o nome de seus pais, tais como Abramson, Isaacson e Jacobson. Judeus Sephardicos usam a palavra hebraica "Ben" mesmo enquanto vivem no Mediterrâneo, na África ou em países asiáticos. Exemplos incluem: "Ben-Avraham, Ben-Yitzhak ou Ben-Ya'akov. O primeiro ministro de Israel, David Ben Gurion, traduziu seu sobrenome como "David, Filho de Gurion".

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível