Sonho de uma noite de verão -- Atividades temáticas

Escrito por danielle hill | Traduzido por débora santos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Sonho de uma noite de verão -- Atividades temáticas
Traga "Sonhos de uma noite de verão" à vida com atividades atraentes (Poet quoting Shakespeare. Isolated on white. image by diter from Fotolia.com)

Quando estiverem lendo "Sonhos de uma noite de verão", seus alunos logo notarão os temas de magia, sonhos e amor não correspondido. Deixe-os explorarem esses temas com algumas atividades extras, bem planejadas. Você pode usar essas atividades para introduzir os temas, como lições antes da leitura ou, à medida em que os estudantes avançarem na leitura do livro, deixar claro e expandir os significados desses temas dentro da peça.

Outras pessoas estão lendo

Mapeando os triângulos amorosos

Muito da trama de "Sonhos de uma noite de verão" se configura da confusão e discórdia que surge dos triângulos amorosos. Na peça, dois homens amam a mesma mulher e apenas o amor de um é correspondido. Uma segunda mulher ama um desses homens, mas o seu amor não é retribuído. Como atividade em cima do tema sobre esses amores emaranhados, peça aos estudantes que façam um debate de outras histórias onde triângulos amorosos também criam conflito.

Encoraje os estudantes a selecionarem histórias de fontes variadas; deixe-os usarem programas de televisão contemporâneos, filmes ou desenhos, assim como leituras de aulas passadas e romances favoritos. Em grupos, peça para que os estudantes tracem ou mapeiem os triângulos amorosos, criando seus próprios esquemas de setas ou teias para demonstrar as relações entre os personagens.

Histórias dos sonhos

Um tema principal de "Sonhos de uma noite de verão" é sonhar e acordar desses sonhos. Explore essa ideia; faça com que seus estudantes escrevam contos que apresentem algum tipo de sonho. Para inspiração, você pode pedir que eles leiam o conto "La noche boca arriba", de Julio Cortázar, no qual as linhas entre os estados de se estar acordado e sonhando são tênues.

Encoraje seus estudantes a evitarem finais clichês, em que os personagens se dão conta nas últimas linhas da história de que tudo que aconteceu até então era apenas um sonho. Depois, deixe que eles comparem como cada uma de suas histórias diferenciavam o estado de sonho e o de estar acordado. Veja se eles tiveram ideias similares sobre o que faz uma experiência parecer com um sonho.

Magia e engano

Na leitura dessa peça, os estudantes podem encontrar numerosos exemplos onde a magia toma lugar, geralmente resultando em um engano ou confusão e às vezes também causando finais felizes. Peça para que os estudantes escrevam em pequenos pedaços de papel um poder mágico que eles mais gostariam de ter. Misture os papéis e deixe que cada estudante pegue um pedaço de papel de dentro de um chapéu ou cesta.

Os estudantes devem escrever um conto baseado no poder mágico que eles pegaram e as situações a que esse poder pode levar. Para uma abordagem criativa, que requer que os estudantes pratiquem habilidades específicas de escrita, peça que eles escrevam um texto como uma carta formal de reclamação contra algum mágico, uma descrição de um curso acadêmico universitário em feitiçaria ou uma carta de desculpas de uma bruxa para outra.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível