Como fazer uma tala para o ombro de um cão

Escrito por elizabeth tumbarello | Traduzido por dão neto
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

Na medicina veterinária é raro haver uma razão ou maneira de efetivamente imobilizar o ombro de um cão. Em vez disso, um método de embalar o ombro é usado de modo que este esteja constantemente em posição flexionada. Este método, chamado de tipoia Velpeau, previne que o cão de suporte o peso sobre sua perna, causando mais danos a um ombro já ferido. Fraturas, bem como luxações, podem ser tratadas utilizando uma tipoia Velpeau imediatamente após a fratura ou luxação ser devidamente tratada por um veterinário licenciado.

Nível de dificuldade:
Moderadamente desafiante

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Chumaço de algodão
  • Rolo de gaze
  • Bandagem elástica veterinária resistente à água

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Coloque o cão em uma posição em pé, com o ombro ferido facilmente acessível para você. Se o cão estiver emotivo ou com muita dor, você pode precisar de outra pessoa para ajudá-lo a segurá-lo.

  2. 2

    Coloque um rolo de preenchimento de algodão entre o ombro ferido e o corpo do cão. A quantidade de preenchimento de algodão é dependente do tamanho do cão. Um animal menor vai exigir menos estofamento. Você deve colocar uma quantidade de preenchimento de algodão suficiente para que o cotovelo e o corpo do cão não se toquem.

  3. 3

    Flexione a perna do cão que está ligada ao ombro ferido, sendo dobrada. A perna do cão deve ser semelhante à letra "Z" virada de lado.

  4. 4

    Enrole uma camada de envoltório de gaze em torno da perna flexionada, começando no peito do cão. Você deve ter o suficiente de gaze para envolver confortavelmente o tórax do cão, três vezes e meia. Continue envolvendo o rolo de gaze por baixo da perna flexionada, logo atrás da pata. Cerque o "pulso" da perna do cão e continue a rolar a bandagem sobre a região do ombro.

  5. 5

    Passe o rolo de gaze atrás da região da axila do outro membro anterior, sob o peito do cão e do outro lado do músculo do pulso flexionado.

  6. 6

    Desenrole mais do rolo de gaze, fazendo uma outra passagem sobre os ombros do cão e atrás da perna dianteira oposta.

  7. 7

    Enrole o rolo de gaze por trás da articulação do cotovelo do membro lesionado. Continue sobre os ombros e envolva em frente ao membro anterior ileso, e em torno da frente do peito do cão.

  8. 8

    Aplique uma bandagem veterinária elástica e resistente à água em torno da perna, tórax, peito e pulso do cão, de tal forma que seria impossível para ela deslizar para fora da tipoia finalizada. Isto varia de acordo com o tamanho do cão e quanta estabilização é necessária.

Dicas & Advertências

  • É importante que a totalidade do membro seja imobilizada quando se tratar de uma lesão no ombro. Um cão pode parecer insensível à dor. Imobilizar o membro inteiro garante que nenhum outro dano seja causado ao ombro ferido e o mantém ombro em um ponto conforme ele se cura.
  • A bandagem elástica impermeável veterinária, bem como rolo de gaze, são dois itens especiais que podem ser encontrados em armazéns de suprimento veterinário, lojas de suprimentos de enfermagem e lojas de animais de estimação, ocasionalmente.
  • Se aplicada corretamente, uma tipoia Velpeau pode ser deixada no local por até 10 dias.
  • Verifique a pata e dedos diariamente para assegurar que eles parecem normais e saudáveis. Descoloração das unhas, inchaço ou descoloração da pele ou um odor fétido pode indicar que o membro enfaixado não está recebendo boa circulação. No caso de circulação inadequada, a tipoia pode precisar ser aplicada novamente.
  • O ombro ferido de um cão deve ser verificado o mais rápido possível por um profissional médico veterinário qualificado. Raios-X, cintilografia óssea e exames de sangue podem ser necessários para garantir que a lesão não irá piorar. Se o ombro estiver fraturado ou deslocado, ele pode precisar de ser ajustado de volta no lugar, e um molde pode precisar de ser aplicado. Buscar cuidado imediato de um médico veterinário pode evitar procedimentos corretivos caros e perigosos ou meses dolorosos da terapia de reabilitação para o seu cão. Mesmo que possa parecer ser uma entorse simples, isto pode ser pior do que parece, já que cães não podem dizer exatamente o que está errado.
  • Uma tipoia Velpeau raramente é deixada no local por mais de duas semanas. A tipoia imobiliza todo o membro em um estado de extrema flexão, o que pode causar fraqueza muscular, falta de vontade ou incapacidade de suportar o peso sobre o membro e medo para o cão. Estas condições frequentemente invertem-se dentro de uma semana da retirada da tipoia Velpeau.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível