Taxa de recuperação de pancreatite em cachorros

Escrito por sandra parker | Traduzido por felipe vargas
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

A pancreatite é uma inflamação do pâncreas. O pâncreas é um órgão localizado perto do fígado e do duodeno e é responsável pela produção de insulina e de outras enzimas digestivas. Essa inflamação ocorre quando pâncreas é perturbado, ou por trauma ou por doença e as enzimas digestivas começam a atacá-lo. Por causa da grande variedade de causas, a pancreatite é geralmente definida como sendo crônica ou aguda.

Outras pessoas estão lendo

História

Em muitos casos de pancreatite aguda, a causa é desconhecida. Muitos casos são atribuídos à ingestão de refeições com alto teor de gordura e os cães que são regularmente alimentados com sobras de comida têm um alta probabilidade de desenvolver pancreatite aguda. Outras causas incluem medicamentos como asparagina e azatioprina e predisposições genéticas em certas raças.

Nos casos mais graves de pancreatite, as enzimas digestivas que são produzidas no pâncreas, que normalmente se ativam depois de atingir o intestino delgado, se tornam ativas no pâncreas. A gravidade da doença depende diretamente do volume de enzimas que foram ativadas prematuramente.

Sintomas

O sintoma característico da pancreatite é o vômito. Cães que estão passando por problemas pancreáticos não serão capazes de comer ou beber sem vômitos e podem apresentar sinais clássicos de dor abdominal, tais como latidos quando tocados, letargia e um andar rígido.

Tratamento

O tratamento para pancreatite inclui hospitalização, terapia intravenosa de líquidos, injeções de antieméticos (para parar o vômito), injeções para controle da dor, e injeções de antibióticos para evitar infecções bacterianas secundárias. A melhora deve ser evidente dentro de 24 a 48 horas de tratamento, com a maioria dos cães sendo liberados depois de alguns dias.

Recuperação

A taxa de recuperação para a maioria dos cães que experimentam uma única crise de pancreatite é boa. A maioria dos cães que passam por um caso simples (sem condições de saúde subjacentes) de pancreatite vai se recuperar totalmente dentro de uma semana, mas devem ser tomadas as precauções necessárias para evitar a reincidência. Cães que sofreram de pancreatite terão, geralmente, uma dieta prescrita com baixo teor de gordura e muito exercício. Cães que sofreram pancreatite crônica vão precisar seguir orientações dietéticas rígidas, tomar medicamentos e ainda assim podem ficar debilitados, e eventualmente sucumbir à doença.

Considerações

Cães que têm uma predisposição genética para o desenvolvimento de pancreatite devem ser avaliados por um veterinário quando apresentarem sintomas de vômitos e dor. Quanto mais cedo começar o tratamento, maiores são as chances de recuperação sem complicações.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível