Técnicas de emenda chanfrada

Escrito por wade shaddy | Traduzido por andré luiz rosa teixeira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Técnicas de emenda chanfrada
Serre os ângulos da madeira diagonalmente para fazer emendas chanfradas (Jupiterimages/Comstock/Getty Images)

Há muitas maneiras diferentes para se emendar madeira. Algumas requerem a perfuração com outros objetos em dois pedaços de madeira. Outros usam pinos de metal, placas ou parafusos. A técnica de emenda chanfrada depende de grandes superfícies opostas de cola para juntar duas peças e é usada quando outros métodos não são adequados para emendar duas peças de madeira de ponta a ponta. Ela pode ser utilizada em grandes vigas para construção, pequenos pedaços de madeira em armários ou em qualquer peça de madeira onde duas extremidades se encontram.

Superfície diagonal coloda

Não há outra maneira apropriada de se colar madeira sem o uso de emendas chanfradas. As juntas de topo podem ser utilizadas em painéis, ou em ombreiras de armários, mas falta-lhes a força, a menos que grandes áreas de contato de cola sejam utilizadas. Para se obter uma superfície de cola grande nas extremidades de articulações, cortes diagonais longos são feitos em ambos os pedaços de madeira para expor as superfícies. Esses cortes diagonais são colados, mantidos no lugar por pregos e apertados para fornecer o contato necessário para emendar as duas peças.

Vigas

A beleza de uma emenda chanfrada é que ela pode ser feita manualmente. Na maioria das vezes, e particularmente em vigas grandes, os cortes diagonais são feitos em uma serra de fita. Um ângulo diagonal é desenhado à mão livre sobre a extremidade de um pedaço de madeira e, em seguida, cortado com uma serra de fita. Um traço com mesmo ângulo é, então, feito na outra peça de madeira e cortado da mesma forma. Quando as peças são colocadas juntas, elas se encaixam automaticamente. Se as extremidades não estiverem correspondendo, utiliza-se uma lixa ou lima para para adequá-las.

Madeira de lei

Em alguns casos, marceneiros utilizam emendas chanfradas, por exemplo, quando há uma quantidade ou tamanho limitado de madeira de lei. Emendas chanfradas podem ser utilizadas em pequenos pedaços de até 6 por 6 mm ou menor, se necessário. Com as habilidades de um carpinteiro, os cortes diagonais podem ser feitos tão perfeitamente a ponto de serem quase invisíveis. Depois de feitos com uma serra de fita e lixados levemente, eles se encaixam perfeitamente, sem parecer que foram colados.

Molduras

Molduras de emendas chanfradas são utilizadas exatamente como as outras, exceto que são normalmente feitas em uma serra de esquadria. Elas não precisam da força de outros artifícios, pois são apoiadas na parte de trás e, portanto, os cortes diagonais não precisam ser tão longos e podem ser feitos em uma serra de esquadria. A serra de esquadria pode ser armada para um lado e normalmente cortam ângulos maiores do que 45 graus. Algumas cortam até 55 graus, o que é suficiente para uma moldura de emenda chanfrada. Depois que as duas peças são cortadas com o mesmo ângulo, a moldura é pregada na parede e a emenda é feita.

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível