Tipos de seringas

Escrito por matthew wilcox | Traduzido por ronaldo moretti
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

As seringas são uma parte importante da prevenção e tratamento de doenças, e é necessário compreender os diferentes tipos e usos de seringas para garantir que os medicamentos injetáveis sejam administrados corretamente. As seringas vêm em uma variedade de tipos e tamanhos, que são específicos para cada uso. Além disso, foram criadas seringas com características de segurança para evitar lesões acidentais e exposição a fluidos corporais perigosos.

Outras pessoas estão lendo

Características da seringa

As seringas convencionais consistem de quatro partes principais: uma tampa, uma agulha, um cilindro e um êmbolo. A tampa da seringa é usada para cobrir a agulha. O cilindro da seringa contém o fluido para injeção e o êmbolo empurra o líquido para fora da seringa. A agulha da seringa pode ser permanentemente ligada, ou pode ser destacável.

Seringa de insulina

O cilindro de uma seringa de insulina é muitas vezes menor do que o de outros tipos de seringas porque se destina a conter menos fluido. Além disso, a agulha de uma seringa de insulina é menor porque ela é feita para ser injetada por via subcutânea (sob a pele). A forma de se medir insulina é exclusiva. É o único medicamento no qual as unidades de medida são chamadas simplesmente de "unidades". Assim, o cilindro de uma seringa de insulina mede a quantidade de insulina em unidades, em vez da quantidade de fluido em mililitros (ml).

Seringa de boca

As seringas de boca são utilizadas para a administração de medicamentos líquidos. Normalmente, seringas de boca são usadas por crianças. Mas, estas seringas também são usadas pelos adultos que são incapazes de engolir a forma sólida de um medicamento. As seringas de boca vêm em diferentes tamanhos de cilindros, como 1 ml e 5 ml. Alguns medicamentos, como Tamiflu reconstituível, vêm com uma seringa de boca que mede a quantidade de medicação, desenhada no cilindro, em miligramas (mg), em vez da quantidade de líquido, em mililitros.

Seringa de alergia

Quando usada para tratamento de alergia, uma seringa de alergia deve ser injetada por via subcutânea. No entanto, algumas seringas de alergia tem uma agulha maior, que é necessária para medicamentos que se destinam a ser injetados por via intramuscular (no músculo), tais como B-12. As farmácias de varejo comumente possuem seringas de alergia para injeções intramusculares. Além disso, seringas de alergia podem ter um cilindro maior do que outras seringas, que é necessário para administrar medicamentos que são dados em doses maiores.

Seringa de segurança

Existem as seringas que são chamadas de seringas de segurança. As seringas de segurança fornecem proteção extra contra ferimentos acidentais com a agulha e a exposição à patógenos presentes no sangue. Algumas seringas de segurança tem uma casquilho protetor da agulha, que encaixa-se sobre a agulha, para garantir que a cobertura da agulha não fique solta. Além disso, algumas seringas de segurança têm uma agulha retrátil. Quando o êmbolo da seringa empurra todo o conteúdo para fora do cilindro, a agulha se retrai rapidamente e volta para a seringa.

Não perca

Referências

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível