Como se tornar um perito em perfis criminais

Escrito por gail cohen | Traduzido por elia regina previato
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como se tornar um perito em perfis criminais
Perito em perfis criminais é arte ou ciência? Alguns dizem que é ambos

É fácil ver porque os conhecedores e entusiastas de mistério consideram Sir Arthur Conan Doyle (Sherlock Holmes) o primeiro perito em perfis criminais. Ele era sábio e analítico, um pensador de mente aberta que entendeu que resolver crimes requer mais habilidades de raciocínio dedutivo que indutivo, colocando de lado o mito de que apenas aqueles com intuição superior podem fazer o trabalho corretamente. Se você tiver interesse nssa área, prepare-se para obter a melhor formação possível de modo a atingir seu objetivo.

Nível de dificuldade:
Desafiante

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Diploma em Direito
  • Especialização em criminologia (mestrado preferencialmente)
  • Experiência na aplicação da lei

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Prepare-se com antecedência para entrar na área, lendo livros sobre o assunto, tendo aulas de ciências comportamentais e analíticas e assistindo a palestras e feiras destinadas a ajudá-lo a compreender o seu próprio pensamento pessoal, preconceitos e predisposições para fazer suposições. Os peritos devem ser capazes de compartimentalizar, para fazer um trabalho eficaz.

  2. 2

    Espere que o seu papel como um perito em perfil criminal gire em torno de pesquisa metódica do estilo de vida, comportamentos, companheiros e hábitos da vítima. A resolução de crimes requer investigar a forma como as vítimas viviam, para chegar a conclusões sobre a maneira como morreram.

  3. 3

    Tire um diploma em Direito, com ênfase na psicologia do comportamento criminal. Você vai aprender os meandros de perfis dedutivo, inclusive como questionar suposições, analisar as opiniões e instalações e desmontar os padrões e comportamentos suspeitos. Você também aprenderá a detectar problemas de transferência pessoais, que são conhecidos por seguir insistentemente mesmo os melhores estimadores de perfil.

  4. 4

    Inicie sua carreira como um soldado de infantaria em qualquer área da justiça criminal e acumule pelo menos três anos de experiência no cargo, antes de começar a buscar um cargo de perito. Traçar perfil criminal, que era uma especialização dos órgãos federais, pelotão de elite das forças armadas e serviço secreto de investigações, está rapidamente se tornando um marco dentro dos limites de agências policiais menores. Sendo assim, essas agências estão cheias de candidatos que oferecem a melhor combinação de experiência no mundo real, com pelo menos um curso de graduação. Os candidatos ideais também terão no currículo um mestrado em justiça criminal comportamental.

  5. 5

    Maximize as oportunidades que encontrar no trabalho para aumentar seu conjunto de habilidades fazendo cursos de pós-graduação em medicina forense e criminologia. Sua capacidade de determinar quem perpetrou um crime melhorará muito ao entender as evidências da cena do crime, como padrões de ferimentos e de manchas de sangue e trajetórias de balas. As evidências físicas completarão sua teorias sobre o motivo pelo qual os crimes foram cometidos.

  6. 6

    Torne-se um mestre comunicador. Os peritos em perfil são, frequentemente, pessoas designadas para interagir com o topo da pirâmide de criminalistas, agentes da lei, médicos legistas, testemunhas e com as famílias de ambos, suspeitos e vítimas. Você pode até ser incumbido de fazer a interface com a mídia. Devido ao diferentes grupos de pessoas, espere fazer malabarismos com muitos chapéus ao peneirar fatos provenientes de teorias para produzir a conclusão que encerrará o caso.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível