Tratamentos não cirúrgicos para sudorese facial excessiva

Escrito por calia roberts | Traduzido por fellipe jardim
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Tratamentos não cirúrgicos para sudorese facial excessiva
A hiperidrose facial causa sudorese excessiva na face (Thinkstock Images/Comstock/Getty Images)

A hiperidrose facial, comumente referida como sudorese facial excessiva, é uma condição rara caracterizada por sudorese excessiva do rosto. Esta condição é geralmente embaraçosa e desconfortável para o paciente, em virtude de implicações sociais e a dificuldade de tentar esconder o problema. Embora a maioria dos tratamentos para a hiperidrose facial sejam cirúrgicos, há algumas opções não cirúrgicas disponíveis.

Outras pessoas estão lendo

Tipos

Há dois tipos de hiperidrose, incluindo hiperidrose primária e secundária. Com hiperidrose primária, os médicos acreditam que a transpiração excessiva ocorra em virtude de estímulos emocionais, no entanto a causa concreta é desconhecida. A hiperidrose primária craniofacial é também a forma mais rara. A hiperidrose secundária ocorre em virtude de uma condição médica subjacente, tal como um distúrbio endócrino, infecção ou malignidade.

Diagnóstico e testagem

Tipicamente, um dermatologista começa o processo de diagnóstico com um exame físico e história familiar. Geralmente, durante o exame físico, o médico observará indicações de hiperidrose, tal como gotas de suor no corpo. Para confirmar, o médico realiza um teste, tal como o teste de iodo amido menor. Com o teste de iodo amido menor, o médico aplica uma solução de iodo e amido em pó seco à pele. Qualquer transpiração excessiva faz com que o pó fique azul escuro. O médico mede o volume do suor com um papel filtro para determinar a gravidade da hiperidrose.

Tratamentos tópicos

Um tratamento não cirúrgico para a hiperidrose facial é medicação tópica. Para uma hiperidrose facial leve a moderada, os médicos geralmente recomendam uma loção antitranspirante ou gel sem receita para aplicar no rosto. Para hiperidrose facial mais grave, os médicos geralmente recomendam antitranspirantes prescritos. Os pacientes aplicam esses antitranspirantes prescritos ao rosto seco e lavam após seis a oito horas. Em alguns casos, antitranspirantes prescritos fazem com que a pele fique inchada, vermelha e irritada.

Tratamentos orais

Outra opção não cirúrgica para o tratamento de hiperidrose facial é medicação oral. Há vários tipos de medicamentos orais eficazes, incluindo clonidina, anticolinérgicos, inibidores de anidrase carbônica e antidepressivos. A clonidina diminui a produção de suor, reduzindo os estímulos nervosos. Anticolinérgicos reduzem a produção de suor, bloqueando os impulsos nervosos às glândulas sebáceas. Inibidores de anidrase carbônica são úteis para inibir a transpiração. Antidepressivos não apenas reduzem a transpiração, mas também ajudam os pacientes a lidar emocionalmente com a hiperidrose facial. Em alguns casos, a medicação oral causar visão turva, boca seca e dificuldade ao urinar.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível