Como tratar melhor meu parceiro com TDAH

Escrito por rebecca deluccia-reinstein | Traduzido por william texeira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como tratar melhor meu parceiro com TDAH
Saiba como tratar de seu parceiro com TDAH (Getty Images/Digital Vision/Getty Images)

Tratar um parceiro com Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) é uma tarefa difícil e emocionalmente desgastante. Aprender a entender seu parceiro e seus sintomas torna o processo mais fácil e define algumas expectativas apropriadas. Identificar desencadeantes e reconhecer os sinais da doença ajudam a criar um plano de tratamento que salva o relacionamento. Além disso, encontrar um terapeuta que pode se relacionar com o parceiro de uma pessoa com TDAH pode ajudar com o processo.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

Instruções

    Como tratar melhor meu parceiro com TDAH

  1. 1

    Pesquise sobre o TDAH e todos os aspectos da doença. É impossível tratar o seu parceiro corretamente se não houver conhecimento compartilhado da doença e as possíveis opções para administrá-la. Aprender tudo que há para saber sobre o TDAH também ajuda a classificar comportamentos. Certas ações são prejudiciais, mas não feitas intencionalmente. Uma pessoa que é bem educada sobre TDAH será capaz de entender isso e continuar a trabalhar o relacionamento.

  2. 2

    Identifique os sintomas específicos do TDAH de seu parceiro e os possíveis efeitos colaterais dos medicamentos. Nem todos os sintomas de TDAH aparecem em todas as pessoas com a doença, por isso é importante reconhecer que os sintomas são relevantes. Da mesma forma, nem todos os medicamentos causam efeitos colaterais nas pessoas que os tomam. Identifique e acompanhe tanto os sintomas do TDAH e os possíveis efeitos colaterais dos medicamentos através da criação de uma lista para discutir e considerar. Reconhecer todos os sintomas e as preocupações de medicamentos encaminha-o na prevenção de surtos e no controle do TDAH.

  3. 3

    Elabore um plano de tratamento com o seu parceiro. O plano deve incluir maneiras de lidar com gatilhos de sintomas e métodos subsequentes de enfrentamento. O plano também deve oferecer maneiras comprovadas de evitar fatores desencadeantes conhecidos. Por exemplo, se o seu parceiro tem um sintoma de raiva, planeje algo para lidar com isso quando a situação ocorrer. Um método de lidar com um surto de raiva é se afastar e dar tempo para seu parceiro se acalmar. Você deve planejar formas de lidar com todos os sintomas de TDAH de seu parceiro.

  4. 4

    Procure terapia para maneiras de tratar e lidar com um parceiro. Um profissional tem uma melhor compreensão do assunto e pode fornecer mais estratégias para tratar e lidar com o seu cônjuge. Também é uma boa idéia ter um terapeuta ajudando a passar pelos tempos difíceis que, às vezes, ocorrem quando alguém sofre de TDAH. Você e seu parceiro devem participar de terapia em conjunto para aumentar os benefícios.

Dicas & Advertências

  • Mantenha seus sentimentos abertos e seja honesto com seu parceiro.
  • Reveja o plano periodicamente, já que os sintomas do TDAH se alteram com o tratamento e tempo.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível