Tundra: Grupos de conservação

Escrito por simon fuller | Traduzido por vitoria felix
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Tundra: Grupos de conservação
Apesar do clima rigoroso, algumas flores silvestres se adaptaram à tundra do Ártico (Arctic flowers image by gburba from Fotolia.com)

Regiões de tundra, ecossistemas que consistem principalmente em permafrost ou musgos, normalmente se encontram em uma grande altitude ou latitude, em lugares como o Alasca e outros locais dentro do Círculo Ártico. Essas regiões estão cada vez mais ameaçadas; o aquecimento global provoca o descongelamento do permafrost e estes desaparecem. Enquanto catástrofes provocadas pelo homem, como derramamentos de petróleo, ameaçam os habitats de animais que vivem na tundra, grupos de ação foram formados em todo o mundo para conservar esses ecossistemas.

Outras pessoas estão lendo

A Conservação da Flora e da Fauna do Ártico

A Conservação da Flora e Fauna do Ártico (CAFF) é um grupo de acadêmicos, corporações organizacionais e profissionais nativos voltados para a proteção da biodiversidade na região do Ártico. O CAFF é executado pelo Conselho do Ártico. Uma vez que parte do Ártico é caracterizada pelo seu ecossistema de tundra, e o desaparecimento dela tem um forte impacto sobre a sobrevivência de animais e plantas, o CAFF está preocupado com a preservação de habitats de tundra.

O CAFF funciona fazendo pressão sobre os acionistas e diretores de empresas que atuam em torno da região do Ártico. O grupo realiza pesquisas sobre o estado dos habitats e da vida selvagem da região, e publica relatórios regulares que visam comunicar o estado do Ártico para as pessoas que ali vivem, assim como para os governos em todo o mundo. Em 2010, o CAFF publicou um estudo, "A biodiversidade do Ártico -- Tendências em 2010: Indicadores selecionados da mudança", que analisa o efeito do desaparecimento de espécies nativas das regiões de tundra.

A Coalizão do Alasca

A Coalizão do Alasca, executada pela Alaska Wilderness League, está preocupada com a proteção de áreas selvagens do país, que incluem a tundra ártica da região, bem como áreas como o Nacional Tongass Park. A Coalizão tem como objetivo educar as pessoas sobre a necessidade de conservação dessas áreas e pressionar órgãos governamentais nos Estados Unidos para passar a legislação que protege o deserto do Alasca. Assim, a Coalizão já recrutou mais de 1.000 organizações de setores, que vão do esporte aos negócios, para ajudar a alcançar seus objetivos.

Planos de longo prazo da Coalizão incluem convencer o Congresso dos EUA a colocar a planície costeira do Ártico sob a guarda do sistema de preservação de desertos dos EUA, que assegura a sua proteção contínua.

WWF Rede de Ação e Conservação

Parte da World Wildlife Federation, a Rede de Ação e Conservação tem metas diversas em áreas em todo o mundo onde as preocupações foram levantadas sobre habitats em extinção e o impacto resultante sobre a vida selvagem local. A Rede de Conservação tem focado um pouco de sua atenção na região do Ártico desde 1992, em meio a preocupações sobre os efeitos da produção de petróleo e gás e as mudanças climáticas sobre os habitats locais, que incluem a tundra. A rede utiliza os seus recursos ​​para convencer os governos a reduzir ações nocivas que destroem o ecossistema da região.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível