Tutorial para fazer padronagem floral japonesa em aquarela

Escrito por darla ferrara | Traduzido por mariana mendonça
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Tutorial para fazer padronagem floral japonesa em aquarela
Uma flor japonesa deve ser feita com cores fortes e linhas bem marcadas (Japanese flower image by Yanir Taflev from Fotolia.com)

A cultura japonesa teve um impacto substancial tanto na arte tradicional como na contemporânea. Em 1853, o Japão abriu suas portas para trocas com regiões ocidentais. Isso ofereceu uma visão da vida que revigorava os estilos ocidentais e inspirava os impressionistas. Art Cafe diz que grandes artistas, como Vincent Van Gogh, eram atraídos por cores ousadas. A aquarela japonesa foca em temas com um toque japonês. Pinturas florais consistem de pétalas e lavagens de cores vívidas com um estilo opaco.

Nível de dificuldade:
Desafiante

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Pincéis achatados
  • Pincéis ovais
  • Pincéis redondos
  • Pincel para detalhes - grosso com a ponta fina
  • Papel para aquarela
  • Fita adesiva
  • Cavalete ou quadro de pintura
  • Grafite ou lápis de desenho
  • Papel quadriculado (opcional)
  • Mesa de luz (opcional)
  • Esponja do mar
  • Tintas de aquarela
  • Paleta
  • Bacia
  • Água
  • Papel toalha

Lista completaMinimizar

Instruções

    Começando

  1. 1

    Arrume seus materiais. Você deve ter pelo menos alguns pincéis achatados (nº1, nº12 e nº8, por exemplo), vários pincéis ovais, algumas unidades de pincéis redondos e um pincel de ponta fina para detalhe. Os tamanhos e estilos podem variar de acordo com o papel e o tema que você vai pintar. Organize suas tintas e uma paleta, e coloque tudo em uma mesma área. Você também pode precisar de uma bacia, papel toalha e papel quadriculado - se você quiser fazer um rascunho do seu desenho.

  2. 2

    Selecione uma imagem de flor para pintar ou reveja algumas fotos de flores tradicionais japonesas, como uma lótus, para se inspirar. Sua escolha de flor não é limitada a um estilo específico.

  3. 3

    Prenda o papel em seu quadro com um pouco de fita adesiva.

  4. 4

    Desenhe o contorno básico da sua flor. Este processo é diferente para cada artista. Alguns fazem o contorno em papel milimetrado e o colocam embaixo do papel para aquarela. Use uma fonte de luz, como uma mesa de luz ou uma janela ensolarada, para transferir o contorno para seu papel final. Outros artistas preferem desenhar diretamente no papel de aquarela. Use o método que você preferir.

  5. 5

    Molhe o papel com uma esponja do mar e água até ficar satisfeito com o contorno. Este processo suaviza as linhas guias de forma que você não precise apagá-las. Deixe o papel secar até o dia seguinte.

    Fundo

  1. 1

    Selecione uma cor de fundo. Novamente, este processo depende do artista. Se você estiver usando um fundo branco pule este passo. Se você quer que sua pintura tenha um fundo escuro, pinte-o primeiro ao redor das linhas que demarcam as flores.

  2. 2

    Molhe um pincel achatado na água e tire o excesso com uma toalha de papel.

  3. 3

    Misture a seleção de cores em sua paleta e pinte o fundo. Quando terminar, a pintura deve ter um fundo completo e escuro, e uma cor contrária (branco) nos lugares das pétalas das flores e possíveis folhas.

    Detalhando a flor

  1. 1

    Pinte as folhas; elas são um detalhe que você pode escolher adicionar ou não. Se escolher adicioná-las, pinte-as antes de trabalhar nas pétalas.

  2. 2

    Adicione veias nas pétalas com moderação. A quantidade de detalhes vai depender do tamanho do seu desenho. Use um pincel grosso com a ponta fina, como um pincel de detalhe. Selecione a mesma cor ou um tom mais escuro que a cor usada nas pétalas.

  3. 3

    Esprema um pouco de tinta concentrada em sua paleta, sem diluí-la. Ela deve ser espessa.

  4. 4

    Molhe a ponta do pincel nessa tinta.

  5. 5

    Encoste a ponta do pincel levemente no topo da pétala e arraste-o até a parte inferior, levantando levemente a extremidade final do pincel para alinhar a linha. É preciso prática para alcançar a perfeição. Trabalhe em uma pétala a cada vez. Coloque o tanto de veias que for necessário em cada uma, mas varie o visual; algumas pétalas podem ter mais veias que outras.

  6. 6

    Deixe as veias secarem parcialmente. Limpe o pincel e molhe-o na água. Passe o pincel molhado nas veias parcialmente secas. Isso vai misturar a cor ao papel. Não faça esse procedimento em pétalas adjacentes ao mesmo tempo; deixe que uma seque antes de passar o pincel na próxima. Vá trabalhando em todas as pétalas da página com o cuidado de não trabalhar em duas pétalas ao mesmo tempo. Assim você poderá ver como uma pétala seca e variar na próxima.

  7. 7

    Adicione cor às bordas de algumas pétalas usando o mesmo método. Isso faz com que cada uma tenha definições diferentes para não parecer uma grande massa única.

  8. 8

    Pinte as flores depois que as veias estejam completamente secas. Use a mesma cor ou um tom mais claro. Dilua a tinta com um agente aglutinante apropriado para a marca de sua aquarela ou com água.

  9. 9

    Mergulhe o pincel na tinta diluída e passe a lavagem em cada pétala. Não pinte de forma exagerada a ponto de apagar os detalhes das veias. Deixe a lavagem secar antes de adicionar mais detalhes, como pontos de luz e estames - a seção produtora de pólen.

  10. 10

    Faça qualquer ajuste necessário ao fundo do desenho uma vez que as pétalas tenham secada. Você pode querer alterar o fundo, uma vez que o trabalho central esteja completo.

Dicas & Advertências

  • Este é um guia bem básico. A chave para uma pintura bem-sucedida é desenvolver seu próprio estilo.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível