Uso de perfumes durante a gravidez

Escrito por wanda thibodeaux | Traduzido por mariana silva gray
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Uso de perfumes durante a gravidez
O uso de perfume por mulheres grávidas deve ser tratado com cuidado (Ryan McVay/Photodisc/Getty Images)

Nos Estados Unidos, a American Pregnancy Association (Associação Americana de Gestação) ainda diz que o uso de perfumes durante a gravidez é seguro, mas a Environmental Protection Agency (Agência de Proteção Ambiental) alega que eles devem ser evitados. Angie Felton, escritora do website "Parentdish", também relata que a interrupção no uso de perfumes está sendo aconselhada devido a uma possível conexão entre eles e alguns defeitos hormonais, como testículos que não descem para a bolsa escrotal. Esses argumentos contraditórios significam que mulheres grávidas precisam abordar o uso de perfumes com cuidado.

Outras pessoas estão lendo

Ingredientes

Algumas substâncias químicas presentes em cosméticos e perfumes são suspeitas de causarem problemas hormonais, de pele ou respiratórios. Nem todas as substâncias em um perfume são perigosas, mas um estudo feito pelo Dr. Wendy Hellerstedt e publicado pelo "Minnesota Medicine" indica que algumas dessas substâncias geralmente encontradas em perfume estão em um grupo de toxinas potenciais (ftalato) que ainda estão sendo examinadas pelos seus efeitos na saúde. Portanto, sempre erre para o lado da precaução. Escolha uma fragrância baseada em ingredientes naturais, como o gengibre, não uma cheia de aditivos. Se não puder encontrar uma fragrância natural que você goste, prefira óleos essenciais diluídos.

Aplicação

Muitas mulheres grávidas cometem o erro de aplicar perfume diretamente em sua pele, principalmente nos pulsos e no pescoço. As mulheres que fazem isso reagem de maneira mais forte à fragrância do perfume, pois os pulsos são frequentemente trazidos para perto do rosto. Ao invés disso, espirre o perfume no ar e ande pela neblina. A aplicação será menos concentrada dessa forma e você evitará que uma reação adversa ocorra. É possível também se beneficiar mais em ter perfume em suas roupas do que em sua pele, o que pode evitar que você absorva os aditivos e as substâncias químicas.

Marcas e interrupção

Durante a gravidez, as alterações hormonais podem deixá-la muito mais sensível a cheiros. Mesmo um aroma natural pode causar problemas durante esse período. Se você descobrir que repentinamente não consegue mais tolerar seu perfume normal, tente encontrar uma marca de perfume com um cheiro semelhante, mas que tenha ingredientes diferentes. Se você trocar de marca e não adiantar, é melhor interromper o uso de perfume durante a gravidez. Procure por um desodorante neutro e melhore seu regime de higiene se ficar mais consciente dos cheiros de seu corpo após parar de usar o perfume.

Conselho

Seu olfato pode estar um pouco estranho durante o período gestacional. É possível pensar que a quantidade de perfume ou o cheiro dele sejam maravilhosos, enquanto que, para outras pessoas, isso pode ser muito forte ou ruim. Não se sinta envergonhada em perguntar para um amigo ou colega de trabalho se seu perfume está cheirando bem ou se você o colocou demais. A maioria das pessoas entenderá como a gravidez afeta seu olfato e não hesitará em oferecer uma ajuda. Na verdade, eles provavelmente ficarão gratos por você tocar no assunto, pois poderiam não querer ofendê-la dizendo que seu perfume não cheira bem ou que você o usou em excesso.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível