O que é uma variável padronizada em Biologia?

Escrito por rachel murdock | Traduzido por marla maisonnett
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O que é uma variável padronizada em Biologia?
Variáveis padronizadas permanecem a mesma em todas as variações de um experimento (Jupiterimages/Creatas/Getty Images)

Em um experimento biológico, há muitas variáveis diferentes que ajudam um cientista a descobrir novas informações. A variável independente é o aspecto do experimento que é transformado ou manipulado para descobrir uma resposta, enquanto a variável dependente é a parte do experimento que é afetada pela mudança na variável independente.

Outras pessoas estão lendo

Permanência constante

As variáveis padronizadas em um experimento são sempre as mesmas. Por exemplo, em um experimento determinando, se a idade (uma variável independente) tem efeito ou não sobre uma doença de perda de peso (variável dependente), todos os outros aspectos do experimento, exceto a idade, devem ser os mesmos entre os grupos. Se houver um grupo de homens de 25 anos de idade e um grupo de homens de 45 anos de idade sendo testados, suas dietas, programas de exercício e níveis de estresse devem ser os mesmos. Dieta, exercício e estresse são variáveis padronizadas — a variável é mantida constante, ou “padronizada”, para cada grupo.

Permitir ampla aplicação

Quando as variáveis padronizadas são mantidas constantes para cada variável independente, então os resultados dos experimentos podem ser padronizados através de uma população inteira. Se um experimento estuda quão bem uma determinada semente cresce com chuvas fortes versus chuvas leves, os fatores como a luz, o calor, a profundidade do plantio e o adubo utilizado devem ser variáveis padronizadas. Se estiverem padronizadas, o experimentador poderá dizer que os resultados se aplicam a qualquer lugar em que estas sementes forem plantadas. Sem padronização, os resultados só podem ser aplicados em situações idênticas às encontradas no experimento e é impossível tirar conclusões entre os dois grupos ou aplicar os resultados a outros casos.

Mostrar Efeito

Se as outras variáveis são padronizadas, um experimentador pode tranquilamente afirmar que a variável independente está realmente surtindo efeito. Em um experimento comparativo entre dois tipos de sementes, se um grupo de sementes é regada duas vezes mais que o outro grupo de sementes, logo o experimentador não tem qualquer ideia se a variável independente (o tipo de semente) afetou os resultados ou se foi a diferença da quantidade de água que as sementes receberam. Ao padronizar a variável de água — isto é, mantê-la a mesma para ambas as sementes —, o experimento pode mostrar que a variável independente causou os efeitos mostrados na experiência.

Exemplo

Em um experimento determinando se um novo medicamento reduz os níveis de colesterol mais do que um placebo ou mais do que uma outra droga, a variável independente é a droga diferente e o placebo. A variável dependente é o nível de colesterol e as variáveis padronizadas são a idade e a saúde dos participantes, os aditivos ou cargas nas drogas/placebos, a frequência da administração da droga e a frequência com a qual os níveis de colesterol são verificados.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível