A velocidade máxima do galgo irlandês

Escrito por ethan shaw | Traduzido por antônio melo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
A velocidade máxima do galgo irlandês
O wolfhound irlandês, uma das maiores raças de cães, é um corredor rápido (Ryan McVay/Photodisc/Getty Images)

Os galgos irlandeses são a raça mais alta de cães. Eles são os gigantes dos "lébrel" (cães caçadores guiados pela visão), um grupo de raças de caça que também inclui o galgo inglês, borzoi (ou galgo russo) e de saluki. Como seus companheiros, este cão enorme e calmo é extremamente rápido, sendo criado como um cão de caça de longa distância.

Outras pessoas estão lendo

Descrição

Os galgos irlandeses são animais impressionantes: um macho típico pode chegar de 1,80 até 2,10 metros quando levantado sobre as patas traseiras, e pode pesar até 80 kg. Como todos os canídeos, as fêmeas são menores, mas ainda incrivelmente fortes: elas geralmente pesam 54 kg. Ostentam uma pelugem áspera e irregular que é mais comumente cinza, mas, por vezes, preta, branca, tigrada ou ruiva. Um rufo proeminente marca o seu focinho. O American Kennel Club relata um aforismo sobre o comportamento geralmente pacífico do galgo, mas que é potencialmente feroz para a caça, "gentil quando acariciado, feroz quando provocado".

Velocidade

Não é fácil de determinar a velocidade máxima de um cão, mas acredita-se que a dos galgos irlandeses seja comparável ao de outros lébrels, tais como galgos ingleses ou borzoi. As pernas longas e magras da raça e a construção muscular sugerem seu potencial em execução. Eles podem chegar a velocidades entre 50 e 65 km/h.

História

Os galgos irlandeses estão entre as raças mais antigas existentes, registrados na literatura e na arte por mais de 2.000 anos. Eles foram criados para caçar presas grandes e em grupos, como lobos cinzentos e veados. Estes cães gigantes desempenharam um papel importante no extermínio do lobo da Irlanda, provavelmente realizado por volta de 1700. Os celtas também os empregaram na guerra. Os romanos, impressionados, incorporaram o animal em seus espetáculos de arena ao lado de leões, ursos e outros animais exóticos. A raça original quase caiu em esquecimento com o desaparecimento da grande pedreira da Irlanda, mas um escocês, o Capitão George Augustus Graham, ajudou a garantir a sua vitalidade no final de 1800 por cruzar os cães sobreviventes com borzois, mastins, lébrels escoceses e de outras estirpes.

A velocidade máxima do galgo irlandês
Os galgos irlandeses foram usados para caçar lobos cinzentos na Grã-Bretanha (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Velocidade canina

Enquanto a velocidade dos lébrels, como a do galgo irlandês, é um produto de reprodução seletiva, ela decorre a partir das habilidades naturais que percorrem de canídeos selvagens, como lobos, dholes e cães selvagens africanos (também chamado de cães pintados). Estes grandes carnívoros e completos caçadores evidenciam o olhar magro e esguio do galgo irlandês, em contraste com a construção muscular robusta dos grandes felinos, outra grande guilda de mamíferos carnívoros terrestres. Um leão ou jaguar visa perseguir próximo de um animal de rapina usando camuflagem e furtividade, em seguida, dispara com uma aceleração formidável. Um cão ou lobo selvagem, pelo contrário, tende a cercar a sua presa: eles conduzem uma manada de mamíferos de cascos em fuga e, em seguida, caça-os com resistência pertinaz. Um animal que hesita por causa de doença, lesão física ou alguma outra razão muitas vezes é o único a ser alvo dos canídeos perseguidores.

A velocidade máxima do galgo irlandês
Canídeos selvagens, como os cães pintados, empregam um método de corrida para despachar grandes presas (Ablestock.com/AbleStock.com/Getty Images)

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível