Vitaminas para melhorar o aprendizado

Escrito por kristie sweet | Traduzido por ana olson
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Vitaminas para melhorar o aprendizado
Vitaminas do complexo B, especialmente B6, podem estimular a atividade mental (vitamin pills image by Wilson Wong from Fotolia.com)

A nutrição adequada e ingestão de vitaminas são importantes para a saúde geral. Suas deficiências afetam o corpo de forma negativa, e um bom equilíbrio pode aumentar o desempenho de músculos ou células. Ao pesquisar vitaminas para melhorar a função cerebral em um ambiente educacional, os cientistas descobriram que a vitamina C aumenta a capacidade do cérebro em geral e a vitamina E protege as células cerebrais contra danos; mas vitaminas do complexo B têm se provado mais eficazes para a saúde do cérebro. A ingestão de quantidades adequadas de vitaminas do complexo B, especialmente B6, pode estimular as capacidades educacionais.

Outras pessoas estão lendo

Sistema nervoso central

Todas as vitaminas do complexo B afetam o sistema nervoso central, composto pela medula espinhal e pelo cérebro. Um bom funcionamento do sistema nervoso central permite que mais oxigênio seja transportado para o cérebro, criando uma melhor função cognitiva. Uma mistura de vitaminas B pode ser encontrada em alimentos como fígado, feijão verde, lentilhas e ovos.

Energia

Muitas das vitaminas B também ajudam a converter o açúcar no sangue em energia. A fadiga afeta o funcionamento do cérebro, então a inclusão de vitaminas B (tiamina), B2 (riboflavina), B3 (niacina) e B5 (ácido pantotênico) na dieta pode melhorar o aprendizado. Os suplementos vendidos na farmácia tipicamente incluem uma boa mistura desses nutrientes.

Vitamina B6

Estudos mostram que a vitamina B6 (piridoxina) melhora a memória. Esta vitamina ajuda o corpo a produzir neurotransmissores, os agentes químicos que ajudam as células cerebrais a enviarem informações uma para a outra. Essa transferência é essencial para a memória. Em um estudo, os participantes que receberam 75 mg de vitamina B6 por dia em sua dieta mostraram aumento da função cerebral, especialmente na memória (ver "Referência 3").

Deficiência

Níveis baixos de vitaminas do complexo B, especialmente B6, foram relacionados com o mal de Alzheimer e outros problemas de memória em idosos. A suplementação de B6 antes de surgirem problemas pode, portanto, ajudar a prevenir dificuldades cognitivas e assim aumentar a memória em indivíduos mais jovens.

Dose diária recomendada

A dose diária recomendada da vitamina B6 varia de pouco mais de 1 mg para os adolescentes para 1,3 a 2 mg para adultos, dependendo da idade, sexo e estado geral de saúde. O centro médico da Universidade de Maryland recomenda a ingestão abaixo de 100 mg por dia, a menos que o médico recomende o contrário; doses acima de 200 mg podem causar problemas neurológicos. Um suplemento de vitaminas do complexo B é suficiente para a maioria dos adultos em boa saúde. A B6 também é encontrada em proteínas, como peixe, frango, peru e carne bovina; cascas de batata; frutas, como melancia e banana; cereais integrais e soja.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível