Saúde

Vitaminas recomendadas para idosos

Escrito por katelyn lynn | Traduzido por heloisa alves cardoso

Durante as várias fases da vida, as pessoas precisam de diferentes considerações nutricionais. Os idosos são particularmente vulneráveis a certas deficiências de vitaminas, tais como as vitaminas antioxidantes C e E, minerais como o cálcio e o magnésio, e vitaminas do complexo B como ácido fólico e vitamina B12. A ótima saúde dos idosos significa que eles recebem o devido apoio nutricional, que pode ser alcançado através de suplementos de vitaminas e minerais.

Outras pessoas estão lendo

Carotenoides

O reforço imunológico de carotenoides pode ser difícil para os idosos conseguirem diariamente já que requer o consumo diário de pelo menos quatro frutas amarelas e laranjas; e pelo menos dois a três vegetais verde-escuros por dia. No entanto, os idosos que não recebem frutas e vegetais suficientes por dia poderão ser beneficiados com suplementos de alfa-caroteno, beta-caroteno, luteína e complexo de licopeno.

Vitamina D

Para adultos idosos que não recebem luz do sol suficiente diariamente, os suplementos de vitamina D poderão ser benéficos e ajudar a manter a saúde dos ossos e o sistema imunológico. Para pessoas entre 51 e 70 anos de idade, 400 UI é a dose recomendada, e para aqueles acima dos 70 anos de idade, a dose recomendada é de 600 UI.

Vitaminas B

Para adultos mais velhos, as vitaminas B são essenciais para uma ótima saúde, particularmente a B6 (piridoxina), B9 (ácido fólico) e B12 (cobalamina). Essas três vitaminas trabalham em sinergia para ajudar a prevenir doenças cardíacas. A ingestão diária recomendada de vitaminas do complexo B é de 100 mg.

Vitamina E e vitamina C

Ambas as vitaminas E e C são antioxidantes necessários para um sistema imunológico forte. Para os adultos mais velhos, 500 mg de vitamina C, duas vezes ao dia, poderão ajudar a melhorar a pressão arterial, reduzir o risco de desenvolver certos tipos de câncer e auxiliar na saúde cardiovascular. Completar com 400 UI de vitamina E diariamente poderá impedir a degeneração macular relacionada à idade e à catarata, mais particularmente nas mulheres.

Ômega 3

Os ácidos graxos ômega 3 são um componente essencial para a saúde celular. Quando esses ácidos graxos não são fabricados pelo organismo, devem ser adquiridos através dos alimentos que comemos, ou através de suplementos. O ômega 3 pode proteger o coração, os níveis de colesterol e pode até ajudar na artrite. Uma boa combinação é um óleo que contém tanto o ácido docosa-hexaenóico (DHS) quanto o eicosapentaenoico (EPA), tais como uma combinação de óleo de linhaça e óleo de peixe. A dosagem típica depende do seu peso, então verifique o rótulo do produto para saber a dosagem diária adequada.

Cálcio

A deficiência de cálcio poderá prevalecer em pessoas mais velhas já que elas obtêm a ingestão diária de cálcio através de lacticínios e muitas delas experimentam intolerância à lactose quando envelhecem. Homens e mulheres com mais de 50 anos de idade beneficiam-se de tomar um suplemento de cálcio diário de 1000 mg.

Ferro e DHEA (Desidroepiandrosterona)

Como o ferro é uma das deficiências de micronutrientes mais comuns no mundo, não é raro encontrar deficiência de ferro em homens mais velhos. Os homens devem se esforçar para atingir uma dose diária de 10 a 12 mg de ferro para ajudar a prevenir a deficiência da visão e a anemia. Para as mulheres, suplementos de DHEA após a menopausa poderão ajudar a melhorar a densidade óssea na coluna vertebral. (A dosagem de DHEA depende de sua condição de saúde e idade, portanto verifique com seu médico antes de tomar suplementos).

Mais galerias de fotos

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media