Como calcular a osmolaridade

••• Jack Hollingsworth/Photodisc/Getty Images

A osmolaridade é a medida de concentração de um soluto em uma solução. É especificamente a medida do número de moles de partículas de soluto em um determinado volume de solução, sendo similar à molaridade, que mede o número de moles de um soluto em um determinado volume. A osmolaridade pode ser calculada a partir do coeficiente osmótico, que é o número de partículas em que o soluto se dissocia e a molaridade do soluto.

As etapas

Passo 1

Descreva a diferença entre osmolaridade e molaridade. Essa distinção ocorre devido ao fato de que alguns solutos se dissociam ao serem dissolvidos, algo que não ocorre com outros. Por exemplo, o sal de cozinha (NaCl) se dissocia em seus íons componentes (Na+ e Cl-) ao ser dissolvido. Por outro lado, a glicose não é dissociada em partículas menores ao ser dissolvida.

Passo 2

Defina as unidades de osmolaridade. A osmolaridade é medida em osmóis de soluto por litro de solução (osmol/L). Um osmol pode ser descrito informalmente como o número de mols dos solutos em uma solução.

Passo 3

Descreva o coeficiente osmótico. Esse valor é a divergência entre a solução teste e a solução ideal. O cálculo completo do coeficiente osmótico é complexo, mas é o grau de dissociação do soluto, em casos simples. O coeficiente osmótico terá uma variação de 0 a 1 nesses casos, onde o coeficiente osmótico será 1 quando o soluto estiver completamente dissolvido.

Passo 4

Calcule a osmolaridade dos valores observados. A osmolaridade de uma solução pode ser dada como a soma de (yi)(ni)(Ci), onde "yi" é o coeficiente osmótico do soluto "i"; "n" é o número de partículas na qual o soluto "i" se dissocia e "Ci" é a molaridade do soluto "i".

Passo 5

Meça diretamente a osmolaridade utilizando osmômetros. Esses dispositivos medem a osmolaridade de partículas específicas, como aquelas que reduzem a pressão de vapor ou ponto de congelamento de uma solução.

Mais recentes

×