Crescimento capilar com espironolactona

••• hair image by Pavel Vlasov from Fotolia.com

A espironolactona é um medicamento que pode melhorar tanto as condições de perda de cabelo quanto o padrão masculino de distribuição de pelos do corpo (hirsutismo) em algumas mulheres. Disponível sob a marca Aldactone, a espironolactona é comumente usada para tratar insuficiência cardíaca; tratamento da perda de cabelo e da distribuição de pelos do corpo é um uso sem indicação clínica específica, mas normalmente aceito.

Por que ela funciona

A espironolactona é um antiandrogênio, o que significa que inibe os efeitos biológicos dos androgênios (hormônios sexuais masculinos) e pode ser útil para mulheres que sofrem de perda de cabelo ou hirsutismo, como resultado da síndrome do ovário policístico (SOP). Esse medicamento ajuda a corrigir os desequilíbrios hormonais da SOP e, com isso, melhora os problemas capilares causados ​​por esse quadro.

Como obtê-la

pills and bottle image by Paul Hill from Fotolia.com

Espironolactona está disponível apenas com prescrição. Se o médico considerar que a perda de cabelo ou o excesso de pelos corporais é resultado de um desequilíbrio hormonal, ele poderá prescrever a espironolactona para você. A dose é, geralmente, de 50 a 200 mg.

Efeitos colaterais

Efeitos colaterais mais comuns da espironolactona incluem períodos menstruais irregulares, micção frequente, aumento da sensibilidade ao Sol, sensibilidade mamária, perda de cabelo, problemas digestivos e dores de cabeça. Consulte o médico para obter mais informações.

Potássio

bananas image by Kalani from Fotolia.com

A espironolactona é um diurético poupador de potássio, por isso o médico pode aconselhá-lo a limitar a ingestão de potássio e monitorar os níveis desse íon. Você não poderá tomar esse medicamento se tiver problemas renais ou se estiver tomando medicamentos para insuficiência cardíaca ou para hipertensão arterial.

Espironolactona e controle de natalidade

Mulheres sexualmente ativas não devem usar espironolactona sem controle confiável de natalidade, já que a droga pode causar defeitos de nascimento em fetos do sexo masculino. De acordo com a Washington University, da St. Louis School of Medicine, a espironolactona é mais eficaz quando tomada em baixas doses de controle hormonal da natalidade. Algumas pílulas anticoncepcionais que são combinadas com etinilestradiol (como Yaz e Yasmin) contêm um análogo da espironolactona.

Mais recentes

×