Como preservar aranhas para uma coleção de insetos

••• Jupiterimages/Photos.com/Getty Images

Aranhas estão entre as criaturas mais fascinantes do planeta e são ótimos itens de uma coleção de insetos. Porém, pode ser muito difícil capturar e preservá-las adequadamente. Seus corpos são macios e tendem a murchar e se quebrarem, a menos que medidas corretas sejam tomadas. Não se trata de um método terrivelmente difícil, mas ele requer uma certa prática.

Passo 1

Localize a aranha que se quer preservar para a coleção de insetos.

Passo 2

Cubra o animal com um copo ou com um frasco de plástico transparente. O plástico é preferível se a pessoa estiver na selva, já que é possível transportar a aranha sem o medo de quebrar, mas o vidro funciona melhor se o plano é mantê-la dentro de casa.

Passo 3

Coloque um pedaço de papel embaixo do frasco, movendo-o devagar para garantir que a aranha suba nele ao invés de ser espremida contra as paredes do pote.

Passo 4

Vire o frasco de cabeça para cima, segurando o papel em cima dele para a aranha não fugir. Bata gentilmente no papel até que a aranha caia no fundo do recpiente.

Passo 5

Tampe o frasco para que a aranha não escape.

Passo 6

Coloque o frasco na geladeira por 1 ou 2 horas. O frio matará a aranha sem que ela murche ou se distorça.

Passo 7

Acrescente vários centímetros de álcool no frasco. O tipo de álcool é muito importante: é preciso preservar a aranha sem secá-la, garantido que ela se torne apropriada para sua coleção. O álcool isopropílico (o álcool de limpeza simples) funcionará, embora uma mistura contendo 70% de álcool etílico misturado com água seja o ideal.

Passo 8

Transfira a aranha para um frasco menor para exibição, mantendo o recipiente novo cheio de álcool. Esse passo não é necessário se a captura tiver sido feita no frasco que se deseja disponibilizar para exibição.

Passo 9

Rotule o gênero e a espécie da aranha no frasco com uma etiqueta e marcador. Coloque a identificação no recipiente verticalmente, ao invés de colocá-lo em torno do mesmo, para que a visão que o público tenha do inseto não fique comprometida.

Mais recentes

×