Abordagem clássica de comunicação organizacional

Escrito por thomas dunleavy | Traduzido por ana angelica clemente
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Abordagem clássica de comunicação organizacional
Equipe de trabalho (office workers image by Tracy Martinez from Fotolia.com)

A teoria da administração é dividida em três grandes grupos: clássico, relações humanas e sistemas sociais. A teoria clássica assume que os membros de uma organização são as ferramentas de gestão e portanto, o sistema. Usa pouco a comunicação e se concentra mais na divisão do trabalho e sua forma de trabalhar. Existem várias abordagens organizacionais clássicas apresentadas por diferentes autores.

Outras pessoas estão lendo

Teoria de Henry Fayol

Prever, organizar, comandar, coordenar e controlar, são os elementos que constituem o processo administrativo para Fayol. Para ele, as relações de poder formadas com este tipo de estrutura levava a um sistema de recompensas oferecido pela gerência ou seja, a manipulação dos trabalhadores através dos incentivos materiais e salariais e a excessiva unidade de comando e responsabilidade.

Teoria de Max Weber

Teoria de Max Weber centra-se na burocracia da organização. Algumas de suas teorias são similares a de Fayol mas ele coloca uma ênfase maior nas regras dentro de uma organização. De acordo com Weber, as regras devem ser definidas e seguidas por todos na organização, sem exceção. Em sua opinião era importante ter na organização uma autoridade dominante e racional a quem os empregados deveriam se dirigir.

Teoria de Frederick Taylor

Teoria de Taylor caracteriza-se pela ênfase nas tarefas, objetivando o aumento da eficiência ao nível operacional . Ela avalia a relação entre a gestão, os trabalhadores e a forma de trabalho apresentada. De acordo com Taylor os operários trabalhavam em jornada contínua, controlada e supervisionada, podendo parar para descansar somente quando permitido. As organizações deveriam também ter divisões específicas entre a gerência e os operários onde os primeiros fariam o trabalho mental e os últimos, o trabalho físico.

Teoria clássica pura

A teoria clássica pura é precursora das três teorias mencionadas acima. Teve início no começo do século XX com rigoroso controle dos trabalhadores que agiam sob forte comando. Isto levou a um comportamento previsível em que a gerência tinha total influência, eliminando assim qualquer autonomia ou criatividade dos trabalhadores

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível