Basset: doenças vasculares e problemas de ouvido

Escrito por kimberly hawthorne | Traduzido por cris alves
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Basset: doenças vasculares e problemas de ouvido
Os bassets vivem em média de 12 a 15 anos (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Geralmente, o cão basset vive em média de 12 a 15 anos. Como acontece com qualquer raça, seu corpo longo e pernas curtas estão predispostos a certas condições de saúde. A maioria dos problemas de saúde em cães dessa raça envolve a coluna vertebral ou olhos. Como um proprietário ou potencial proprietário de um basset, você deverá estar ciente de outros problemas que poderão ocorrer, tais como doenças vasculares e problemas de ouvido.

Outras pessoas estão lendo

Dirofilariose

Alguns sintomas de doença cardíaca em cães são tosse, chiado, cansaço, edemas, inchaço abdominal, má circulação e desmaios. O tipo mais comum de doença cardíaca é a dirofilariose. Exames regulares podem ajudar a preveni-la. Se você e seu cão vivem em uma área propensa a carrapato, o veterinário provavelmente recomendará o tratamento da dirofilariose preventiva. Depois que seu cachorro adquirir essa doença, não há cura, mas o tratamento adequado poderá ajudá-lo a ter uma vida longa e saudável.

Sopros cardíacos

Os basset e outras raças pequenas são altamente suscetíveis a sopros cardíacos. Nos cães jovens, é mais comum que sejam congênitos, e nos mais velhos eles surgem de repente, provavelmente devido a um doença valvular cardíaca. Isso é comum em torno de seis anos de idade. O principal sintoma de um sopro cardíaco é a tosse.

Doença cardíaca

Essa raça está propensa a várias tipos de doenças cardíacas, incluindo a degeneração mixomatosa da válvula, doença congênita e arritmia cardíaca. Segundo o site da Miller Dachshunds, 70% a 80% das doenças cardíacas caninas acontecem por causa da degeneração das válvulas cardíacas. As cardiopatias congênitas, como a persistência do canal arterial (PCA), são herdadas. Os cães dessa raça são duas vezes mais propensos a desenvolver PCA do que outras raças. Os cães mais velhos têm um risco elevado de arritmias cardíacas, onde o coração bate anormalmente rápido ou lento.

Seborreia

A seborreia é um distúrbio de queratinização que ocorre com frequência em cães com orelhas caídas, como o basset. Os sintomas incluem escamas, crostas e perda de pelo ao longo das bordas da orelha, especialmente nas pontas. Os tratamentos se concentram nos sintomas e incluem xampus medicinais, antibióticos para infecções secundárias e cortisona para a inflamação.

Espirro reverso

Muitos cães têm uma predisposição para reverter espirros, embora, na verdade, não tenha nada a ver com espirros. Quando ocorre um espirro reverso, o seu cão parece estar rocando ou com asfixia. Excitação ou estresse são muitas vezes o mecanismo de gatilho que traz um ataque de espirro reverso. Isso é comum em raças pequenas, devido ao tamanho já reduzido da traqueia. Quando isso acontece, a traqueia se estreita, reduzindo a quantidade de ar capaz de entrar nos pulmões. Embora a condição pareça pior do que é, seu cão não sofrerá qualquer dano a longo prazo. Você pode ajudá-lo durante os espirros, incentivando-o a acalmar-se.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível