Como a bateria seca produz eletricidade?

Escrito por contributing writer | Traduzido por larissa franzin tavares dos santos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como a bateria seca produz eletricidade?
As baterias secas e úmidas funcionam segundo os mesmos princípios (battery image by Aditia Patria Warman from Fotolia.com)

As baterias secas funcionam segundo os mesmos princípios gerais das baterias úmidas e de todas as demais baterias. A eletricidade resulta da migração dos elétrons do ânodo para o cátodo através de um circuito. As reações químicas no ânodo e no cátodo determinam a tensão e a amperagem da bateria. As baterias secas podem ser descartáveis ou recarregáveis.

Outras pessoas estão lendo

Considerações

As baterias transformam energia química em energia elétrica através do isolamento de dois metais diferentes e os faz reagir a fim de produzir um fluxo de elétrons. O metal no ânodo se oxida, liberando elétrons para a geração de energia. O metal do cátodo se reduz, recebendo os elétrons para completar o circuito. Os elétrons que viajam através do circuito fornecem a energia necessária ao funcionamento dos mais diversos dispositivos eletrônicos. As baterias úmidas, como as baterias dos carros, possuem uma solução ácida/aquosa onde ocorre as reações de oxidação e redução.

Baterias secas

Uma bateria seca também possui um ânodo e um cátodo. O ânodo (-) é a parte externa cilíndrica ou o fundo achatado da bateria. O cátodo é o pino ou botão na parte superior da bateria (+). Uma pasta de eletrólito (que funciona como a solução ácida/aquosa em uma bateria úmida) permite que os elétrons fluam entre o ânodo e o cátodo onde houver um circuito completo. Uma barreira chamada de separador evita que os íons na pasta alcancem o ânodo, mas permite que eles fluam do eletrólito entre o ânodo e o cátodo. Quando em uso, o ânodo da bateria se oxida, permitindo que os elétrons livres fluam através do circuito até o cátodo.

Como a bateria seca produz eletricidade?
O final positivo (+) de uma pilha é prolongado (aqui aparece em cor cobre) (battery image by Aleksandr Ugorenkov from Fotolia.com)

Eletricidade

A diferença na energia entre as duas reações que ocorrem no ânodo e no cátodo determina a voltagem da bateria. As voltagens mais comuns de uma bateria seca ficam ao redor de 1,5 a 9 volts. A velocidade com a qual as reações ocorrem determina a corrente (ou amperagem) da pilha. O número e o tipo de íons disponíveis no pó ou na pasta eletrólito determina o tempo de duração da pilha sob as condições de uso e armazenagem.

Baterias secas descartáveis

As baterias secas descartáveis geralmente utilizam o zinco como ânodo e o grafite para o cátodo. Exemplos dessas baterias incluem as pilhas alcalinas, de carbono/zinco, de lítio, de prata/zinco e zinco/ar. As diferentes combinações de ânodo e cátodo fornecem diferentes voltagens para diferentes usos. O ciclo de uso único destrói o equilíbrio químico entre o ânodo, o cátodo e a pasta eletrolítica. O recarregamento das baterias descartáveis pode estragá-las, causar vazamentos ou outros danos.

Baterias secas recarregáveis

O uso das baterias secas recarregáveis está se tornando cada vez mais popular para os dispositivos eletrônicos pessoais, computadores e outros. Para recarregar esse tipo de bateria, basta conectá-la a um dispositivo carregador. A corrente elétrica passa pela bateria recarregável e inverte as reações químicas que fizeram com que elas gerassem energia. Esse processo renova as baterias e permite que elas sejam usadas novamente. Tipos específicos de baterias recarregáveis requerem recarregadores específicos.

Como a bateria seca produz eletricidade?
As baterias recarregáveis devem ser recarregadas em recarregadores aprovados e específicos para os diferentes tipos de baterias (battery charge image by Ray Kasprzak from Fotolia.com)

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível