Brincadeiras de dança para jovens dançarinos

Escrito por heather rutherford | Traduzido por erika f curto
Brincadeiras de dança para jovens dançarinos
Aprenda algumas brincadeiras de dança que podem ajudar as crianças a se divertirem e crescerem ao mesmo tempo (Photodisc/Photodisc/Getty Images)

Caso tente explicar a importância de uma aula de dança tradicional para uma criança de 4 anos de idade, entenderá rapidamente que provavelmente elas não prenderão a atenção de uma jovem dançarina. As crianças não se importam com o motivo pelo qual fazem algo, querem apenas diversão. Incorporar essas brincadeiras divertidas de dança, além de manter os alunos envolvidos, também os ajudará a crescer.

Estátua

É muito importante ganhar o controle de sua classe desde o início, utilizando brincadeiras musicais. Uma brincadeira divertida e simples, é a brincadeira da estátua. Peça que os alunos movam-se por toda a sala pulando e girando, até que você grite: "estátua". Os alunos devem parar no mesmo instante e segurar a pose, até que você diga, "podem se mexer". Continue, até que todos os alunos estejam escutando. Após essa brincadeira, pode-se usar o termo "estátua" para recuperar o controle da sala todas as vezes que eles descontrolarem-se.

Animais dançantes

Uma grande parte da dança é a representação. Uma grande parte da representação é a atuação. É importante incorporar brincadeiras de atuação cedo, para prevenir que tornem-se um grupo de dançarinos conformados e chatos. Uma das brincadeiras favoritas em salas de aula são as de animais dançantes. Comece explicando que no palco, frequentemente solicita-se que um dançarino haja como um animal enquanto dança sob dois pés, algo complicado quando pensa-se nos nossos amigos de quatro patas. Faça com que cada dançarino escolha um animal. Por exemplo, Maria escolhe um gato. Todo mundo deve imitar um gato. Então pergunte: "Você pode me mostrar como um gato agiria em dois pés?". Caso os dançarinos estejam presos, discuta o que isso pode significar: "Será que um gato se levantaria com uma boa postura ou ficaria debruçado? Ele moveria rapidamente ou lentamente? O que você acha que um gato faria? Mostre-me".

Brincadeiras de coreografia

Um dos obstáculos mais difíceis que os jovens dançarinos enfrentam, é a memória da dança. Ao invés de simplesmente dar um conjunto de passos para que lembrem-se, deixe que coreografem uma peça como um grupo. Faça com que cada dançarino escolha um ou dois passos em conjunto. João escolhe galopar e saltar, combinado com os giros de Emma. O resultado talvez não seja uma coreografia incrível, mas os alunos vão aprender a memorizar os passos rapidamente usando esta brincadeira simples.

A barata diz que tem

A única coisa necessária para esta brincadeira é uma cópia da música "A barata diz que tem", tocá-la e instruir os alunos a marcharem em diferentes sentidos. Para frente, para trás, na ponta dos pés, para os lados, para cima, para baixo. Quando o cantor canta, "Hahaha, hohoho" interprete o que a baratinha está fazendo. Continue a marchar até a música acabar. Brincadeiras de dança como esta, ajudam a construir os músculos das pernas de um jovem dançarino de uma forma divertida, ao mesmo tempo incentivando as habilidades auditivas, de musicalidade e de atuação.

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível