×
Loading ...

Cães: Dicas de cruzamento para as cadelas pitbull

Cruzar uma cadela pitbull, assim como em qualquer outra raça, começa com a decisão se ela está ou não adequada para ter filhotes. Ela deve possuir uma boa saúde, isto é, frequentado o veterinário por toda a sua vida. Para o pitbull em particular, a cachorra não deve estar acima do peso e com um bom tônus muscular. Já que o temperamento é especialmente importante nessa raça, ela não deve ser insegura, agressiva ou emocionalmente instável. Os donos nunca devem cruzar cadelas abaixo dos dois anos de idade, já que elas não estão fisicamente maduras para lidar com a gestação.

Condicionar o pitbull por toda vida melhorará sua adequação ao cruzamento (Thinkstock/Comstock/Getty Images)

Testes médicos

Embora a cadela possa parecer ideal para a reprodução, é importante garantir que ela esteja completamente saudável através de uma bateria de exames médicos, tanto para a segurança dela, como para dos filhotes. O veterinário pode fazer testes pré-acasalamento e buscar por questões genéticas. Esses incluirão radiografias dos quadris e cotovelos e exames oculares para checar por uma atrofia retinal progressiva e cataratas. Com um mês de antecedência à data do cruzamento, a cachorra deve fazer um exame médico completo, incluindo testes para parasitas e brucelose.

Loading...

Preparação

No começo do período de gestação, o pitbull não demonstrará muitas mudanças físicas e emocionais. Quando o dono estiver certo da gravidez, ele deve dar início ao processo de registro de pedigree dos filhotes e fazer reservas para compradores em potencial. Sendo uma raça de grande porte, o pitbull tem, em média, uma ninhada de cinco a dez filhotes.

Gestação

Depois da quarta semana de gravidez, os donos não devem permitir que a cadela faça nenhum exercício árduo. Nesse momento, é benéfico acrescentar em alguns dias (e depois aumentar para todos os dias depois de seis semanas) ovos cozidos ou queijo cottage na dieta do cão, de forma a proporcionar proteínas extras. Tal dono deve aumentar a ingestão de alimentos de uma forma geral, seja adicionando um pouco mais de comida em cada refeição ou acrescentando mais um prato por dia, além de administrar ração ao filhote depois de seis semanas.

Parto

A temperatura da cadela deve ser tirada três vezes no dia, depois que ela completou os nove meses de gestação. Uma diminuição súbita sugere que ela logo dará a luz, assim como sinais de inquietação, desconforto e lamber ou olhar para a vulva. Os donos ainda devem entrar em contato com o veterinário quando a cachorra exibir tais sinais, para que ele fique de prontidão no caso de alguma emergência. Se não houver filhotes dentro de uma hora de trabalho de parto, os proprietários devem permitir que o animal caminhe pela casa. Contudo, procure aconselhamento médico se a cadela passar das três horas.

Cuidado pós parto

Levar os filhotes e a cadela ao veterinário de cinco à seis horas após o parto garantirá que nenhum sofra de questões de saúde. Por exemplo, aqueles que nasceram com fendas palatinas não possuem muita chance de sobrevivência e o veterinário, normalmente, recomendará que seja sacrificados. O dono deve observar os filhotes, certificando-se que todos sejam alimentados dentro das primeiras 24 horas. A cadela terá um corrimento, marrom ou vermelho, ou até verde, no primeiro dia. Além disso, os proprietários devem procurar por uma ajuda veterinária no menor sinal de anormalidades.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...