Conhecimento

Características do ferro-gusa

Escrito por simon green | Traduzido por pablo souza
Características do ferro-gusa

Ferro-gusa foi amplamente produzido durante a Revolução Industrial

Photos.com/Photos.com/Getty Images

O ferro-gusa é um subproduto do processo de fundição para fazer ferro puro. O minério de ferro é aquecido utilizando alto teor de carbono combustível de coque, o que resulta em ferro fundido com um teor de carbono muito elevada, geralmente cerca de 4%. Durante a Revolução Industrial, ferro-gusa foi amplamente utilizado. Agora normalmente fundido em ferro forjado, que é um material mais útil. Ele possui propriedades úteis, mas devido a métodos modernos de metalurgia materiais melhores estão disponíveis agora.

Outras pessoas estão lendo

Composição química

Todas as formas de gusa contêm entre 3,5% e 4,5% de carbono, juntamente com várias quantidades de enxofre silício, manganês e fósforo. Gusa básico tem menos de 1,5% de silício, menos de 1% de manganês e quantidades residuais de enxofre e fósforo. Gusa hematite tem quantidades similares dessas impurezas, mas teor muito mais elevado de silício, normalmente entre 1,5% e 3,5%. A forma mais comum deste material de ferro-gusa nodular não tem silício e 0,05% de manganês, enxofre e fósforo.

Fragilidade

O ferro-gusa é um metal muito quebradiço, devido ao elevado teor de carbono e as outras impurezas que se formam nele. Outros elementos encontrados no ferro-gusa também enfraquecem sua estrutura. Embora o ferro é considerado como muito sólido, ferro-gusa dividirá e quebrará se cair.

Ponto de fusão

Ferro-gusa tem um ponto de fusão muito mais baixo do que o ferro forjado ou aço, devido ao elevado teor de carbono. Isso não é um problema em termos de propriedades físicas, mas permite que ele seja transformado em ferro cinzento fundido de baixo grau, uma mistura de ferro-gusa e sucata de aço e de ferro.

Grafite

As impurezas de ferro-gusa conduzem a outros materiais que formam durante o processo de arrefecimento. O ferro e carbono combinam-se para fazer carboneto de ferro, e o carbono restante forma grafite semelhante ao encontrado em lápis. Se o ferro é deixado arrefecer muito lentamente, uma maior quantidade de de grafite se forma, enfraquecendo o material.

Aplicações

A maior parte do ferro-gusa produzido a partir de 2011 não é usada da mesma forma como antes. Geralmente é forjada para criar ferro forjado ou o seu teor de carbono é reduzido para formar o aço. Durante a Revolução Industrial, antes de avançadas técnicas de forjamento foram descobertos, ferro-gusa foi usado para qualquer número de produtos de ferro moldadas.

Mais galerias de fotos

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media