O que causa espessamento da bexiga?

Escrito por kent page mcgroarty | Traduzido por mariana dsp
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O que causa espessamento da bexiga?
Conheça algumas das causas do espessamento da bexiga (Pixland/Pixland/Getty Images)

Diversas doenças, incluindo obstrução na saída da bexiga, cistos hemorrágicos e amiloidose podem causar o espessamento da bexiga. Sintomas comuns incluem dor ao urinar, grande necessidade de urinar, incontinência e sangue na urina. As condições e doenças listadas abaixo são algumas das mais graves a afetar a bexiga. É altamente recomendado procurar ajuda médica se você apresentar qualquer um desses sintomas.

Outras pessoas estão lendo

Obstrução na saída da bexiga

A obstrução na saída da bexiga é uma condição na qual a abertura da bexiga e da uretra ficam parcial ou completamente bloqueadas, permitindo que pouca ou nenhuma urina saia. A bexiga responde a esse bloqueamento do fluxo se tornando mais espessa e trabalhando mais para eliminar essa urina. Após um tempo, as paredes da bexiga vão afinar, e a bexiga não conseguirá realizar sua função se o problema não for tratado. Os sintomas normalmente começam aos poucos e vão piorando com o tempo e incluem dificuldade para urinar, fluxo de urina fraco, grande necessidade de urinar durante o dia, interrupção do sono para urinar, urgência para urinar e incontinência. Por vezes, a bexiga pode estar obstruída devido a um câncer de próstata, ou uma hiperplasia benigna da próstata (HBP) - aumento da próstata. As obstruções na saída da bexiga são raras em mulheres, e, quando ocorrem, costumam ser devido a distúrbios neurológicos ou a uma bexiga grande e flácida. O cigarro aumenta as chances de tumor na bexiga e câncer na uretra, logo, é altamente recomendado que você largue o cigarro para prevenir futuros problemas na bexiga.

O que causa espessamento da bexiga?
Pare de fumar para reduzir o risco de câncer na bexiga (cigarettes image by bilderbox from Fotolia.com)

Cistos hemorrágicos

O cisto hemorrágico é quando é aparece sangue na urina junto com dor na bexiga. A quantidade de sangue pode variar. Quando a quantidade for pequena, a urina fica rosa claro; quando grande, fica intensamente vermelha. Pacientes de quimioterapia ou com baixa contagem de células têm grandes chances de apresentar a doença. Como o cisto hemorrágico pode abrir portas para outras doenças, seu tratamento é de suma importância para pacientes que já sofrem de alguma doença. Aqueles que sofrem de alguma infecção viral ou que estejam tomando antibióticos fortes também fazem parte do grupo de risco. Os sintomas incluem coágulos de sangue na urina, sangue na urina, dor e/ou ardência ao urinar, fadiga, dor abdominal, interrupção do sono por vontade de urinar e incontinência. A doença é mais recorrente àqueles que recebem tratamentos quimioterápicos na bexiga ou radiação na região da pélvis.

Amiloidose

A amiloidose é uma doença causada pelo depósito de substâncias proteicas chamadas amiloides nos órgãos. Essas amiloides são proteínas anormais produzidas, principalmente, pelas células na medula óssea e podem se depositar em qualquer tecido ou órgão. Essa doença rara afeta cada pessoa de um modo diferente e suas causas ainda são desconhecidas. As três principais formas da doença são primária, secundária e hereditária. As causas da amiloidose primária são desconhecidas, enquanto a secundária se desenvolve em conjunto com outras doenças, como tuberculose e artrite reumatoide. A amiloidose hereditária é quando a doença passa através do código genético. Os sintomas da doença incluem proteínas na urina, diarreia, constipação, falta de ar, fadiga, fraqueza, frequência cardíaca irregular, olheiras roxas ao redor dos olhos, dificuldade de engolir, perda significativa de peso, sensação de estar cheio rapidamente, língua aumentada e formigamento nas mãos e pés. Indivíduos acima de 40 anos tem maior risco de ter a doença, assim como aqueles com outras doenças, como osteossarcoma. O histórico da doença na família coloca a pessoa em risco, assim como doenças renais que requeiram diálise. A diálise não remove as proteínas do sangue, o que faz com que as proteínas do sangue se acumulem pelo corpo. A amiloidose pode causar danos ao coração, rins e sistema nervoso.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível